Foto: Técnico Marcelo Chamusca comanda primeiro treino do Cuiabá no campo - AssCom Dourado


O Cuiabá Esporte Clube foi atrás de novos ares para o comando da equipe na temporada. Nesta quarta-feira (16) a tarde, foi apresentado oficialmente o técnico Marcelo Chamusca, que substituiu o ídolo Itamar Schülle, que conquistou dois títulos estaduais de forma invicta e o acesso para a Série B do Brasileiro no ano passado.

Em um momento difícil na competição, com alta frequência de atletas no Departamento Médico e cinco jogos sem vitória, sendo quatro derrotas, e duas delas dentro de casa, o novo técnico chega para mudar o ambiente e buscar a reabilitação imediata.

“Chego animado e com muita disposição. Tinha várias ofertas, assim como o Cuiabá tinha várias opções, mas eu escolhi vir para cá, pois acredito neste clube, neste grupo de jogadores, que já esteve no G4, já demonstrou dentro de campo do que é capaz. Minha missão é identificar os motivos que fazem a equipe não conseguir mais os resultados positivos que conquistaram até bem pouco tempo atrás”, disse Marcelo Chamusca em entrevista coletiva.

O técnico veio acompanhado do auxiliar Ademir Fesan e do preparador-físico Roger Gouveia, que terão um trabalho árduo, ajudar a recuperar os fatores psicológicos e físicos do elenco, que caíram de produção nas últimas rodadas. Ambos estavam juntos com Chamusca no comando do CRB(AL) na Série B, até a última sexta-feira, quando também foram dispensados.

“Um momento difícil com relação a sequência dos resultados. Fez com que a equipe perdesse algumas posições na tabela de classificação, e o meu maior trabalho agora, independente do pensamento em relação ao objetivo que nós vamos buscar, é fazer a equipe voltar a vencer. Nosso maior campeonato neste momento é o Guarani, nosso próximo adversário. É dessa forma que vamos trabalhar. Neste momento, a gente precisa investir muito no crescimento e na melhora da autoestima dos jogadores, na questão mental, já que vem de uma sequência dura, desgastante fisicamente, mentalmente, e eu preciso trabalhar muito isso com os jogadores, para que no jogo possa ter uma resposta positiva, de comportamento, de performance, de entrega, e que possa voltar a vencer. Neste momento é o mais importante que eu preciso fazer no Cuiabá, daí então a gente vai pensar, pontuando, onde a gente pode chegar na competição”, enfatizou Chamusca.

O Cuiabá segue com desfalques. O volante Marino está suspenso por ter recebido o terceiro amarelo. Além disso, vários atletas seguem em recuperação física, caso do lateral Jonas, do goleiro Victor Souza, dos atacantes Todinho e Rodolfo e dos meias Escudero e Renan Bressan. O meia Escudero está próximo do retorno.

O Dourado ocupa atualmente a 12ª colocação da Série B, com 36 pontos, um ponto a mais que o Guarani, que está logo atrás na 13ª posição. O duelo contra o Bugre será nesta quinta-feira (17), às 20h30, na Arena Pantanal.

 

Por: Pedro Lima / da Redação


AssCom Dourado

AssCom Dourado

AssCom Dourado

AssCom Dourado