Foto: Presidente do Poconé, Orivaldo Rondon - Divulgação PEC


O Poconé Esporte Clube comemora nove anos de história. O time que leva o nome da cidade pantaneira faz parte da história do futebol de Mato Grosso. Em 2021, disputa pela quinta vez a elite do estadual.

No primeiro ano na primeira divisão do Mato-grossense em 2015, o Cavalo Pantaneiro fez campanha de destaque. O time comandado pelo técnico Marcos Birigui terminou a competição na sexta posição. O atacante Cabixi foi o artilheiro do estadual com oito gols.

"A campanha que fizemos naquele ano foi memorável. O trabalho realizado surtiu bons frutos, e até hoje é motivo de orgulho para a diretoria e também para toda a cidade", destacou Orivaldo Nunes, presidente do clube.

Fundado em 5 de março de 2012, o Poconé foi vice-campeão da segunda divisão do Mato-grossense.  O time é uma das alegrias da população da cidade, que costuma lotar as arquibancadas do estádio Neco Falcão. Infelizmente a pandemia da Covid-19 e a reforma do estádio municipal deixaram os torcedores afastados do time.

"Representar a cidade a qual leva o nome da cidade é muito importante. A diretoria do clube busca a cada ano realizar um trabalho transparente para fortalecer o clube, montar um elenco forte e conquistar os objetivos traçados", finalizou.

O Poconé estreou no Mato-grossense com derrota. O Cavalo Pantaneiro foi derrotado por 6 a 1 pelo Cuiabá. A próximo desafio será na segunda-feira, 8 de março, contra o Grêmio Sorriso, às 16h, no estádio Dito Souza, em Várzea Grande.

Por: Da Redação