Foto: Thiago Ribeiro / AGIF


Era noite de jogo decisivo no Maracanã. Em campo, Fluminense e Figueirense lutavam pela sobrevivência na Copa do Brasil. E no fim sorriu a torcida tricolor. Depois de perder o primeiro jogo da terceira fase por 1 a 0, a equipe carioca venceu o Alvinegro, nesta terça-feira (25), pelo confronto de volta por 3 a 0 e segue na disputa pela competição mais democrática do país. 

O jogo

Precisando da vitória para se manter vivo na briga pela vaga, o Fluminense começou o jogo se impondo dentro de campo. E a pressão inicial do time da casa não demorou muito para fazer efeito. Aos 13, Dodi levava o Tricolor ao ataque quando foi derrubado na entrada da área. Nenê assumiu a cobrança da falta e mandou a chapada fatal, a bola ainda desviou levemente no meio do caminho e foi morrer no ângulo da meta alvinegra: 1 a 0. Melhor no jogo, a equipe carioca seguiu controlando as ações com 65% de posse de bola. Michel Araújo, aos 39, e Evanilson, aos 44, tiveram boas chances para ampliar o marcador. A primeira tentativa passou raspando a trave enquanto a segunda parou em grande defesa de Sidão. Com dificuldades para furar o bloqueio tricolor, o Figueira optou pelos chutes de longa distância. Geovane e Sanchez tentaram, mas esbarraram em Muriel. 

Na etapa complementar, o primeiro lance de perigo foi do Alvinegro. Marquinhos recebeu lançamento de Keké, bateu forte e viu Muriel evitar o gol, aos seis. Mas a resposta tricolor foi rápida e certeira. Aos nove, Nenê arriscou de fora da área, o chute pegou na marcação e mais uma vez foi parar no fundo das redes. Sem tirar o pé, o Fluminense continuou pressionando. Calegari, aos 16, também tentou da intermediária, mas Sidão salvou mais uma. Já na marca dos 33, Yago sofreu falta dentro da área. O dono do jogo foi para cobrança da penalidade e fez a batida de manual: bola para um lado, goleiro para o outro, 3 a 0 Fluminense e três vezes Nenê. 

Por: Da Redação com CBF