Foto: Troféu do Jogador do Mês Série A - Créditos: Lucas Figueiredo/CBF


O ano de 2020 pode estar próximo de seu fim, mas o Brasileirão Assaí seguirá a todo vapor também em 2021. E para relembrar o que aconteceu na competição até aqui, vamos fazer um balanço dos destaques da Série A do Campeonato Brasileiro: confrontos de tirar o fôlego de norte a sul do país, grandes artilheiros, garçons e muito mais. Do início de agosto até o final de dezembro, foram 268 partidas, 654 gols e mais de 24 mil minutos de bola rolando.

Por conta da pandemia do coronavírus, a edição de 2020 do Brasileirão Assaí iniciou-se em agosto e, excepcionalmente, se estenderá até fevereiro de 2021. Após 27 rodadas disputadas neste ano, quem vai passar a virada de Ano Novo na liderança é o São Paulo, que desponta na primeira posição da competição com 56 pontos, seguido pelo vice-líder Atlético-MG, com 49. O terceiro colocado é o Flamengo, que, assim como Grêmio, Palmeiras e Vasco da Gama, tem um jogo a menos com relação aos demais rivais.

Números do Brasileirão Assaí em 2020:

Jogos
268

Gols
654 (2,4 por jogo)

Melhor campanha
São Paulo: 56 pontos

Artilheiro
Thiago Galhardo (Internacional): 16 gols

Garçom
Keno (Atlético-MG) e Vina (Ceará): 6 assistências

Mais jogos sem sofre gol
Marcelo Lomba (Internacional) e Tiago Volpi (São Paulo): 10 jogos

Melhor ataque
São Paulo: 47 gols

Pior ataque
Coritiba: 21 gols

Melhor defesa
Grêmio e São Paulo: 22 gols sofridos

Pior defesa
Bahia: 48 gols sofridos

Time que mais ficou na liderança
Internacional: 11 rodadas

Melhor mandante
São Paulo: 79,5 % de aproveitamento

Melhor visitante
Flamengo: 61,5 % de aproveitamento

Prêmio de Jogador do Mês

O Brasileirão Assaí 2020 promoveu uma iniciativa inédita: o prêmio de Jogador do Mês. A ideia do projeto é avaliar o desempenho dos atletas e valorizar os destaques do campeonato durante determinado período. A eleição do craque de cada mês é realizada por jornalistas especializados.

Thiago Galhardo, do Internacional, foi o primeiro a ter sua performance reconhecida e receber o troféu. O artilheiro do Colorado foi o melhor Jogador do mês de agosto. Já em setembro, foi a vez de Marinho, do Santos, ser eleito o destaque pelos especialistas.

Em outubro, o troféu viajou pela primeira vez para o Rio de Janeiro para encontrar seu dono: o atacante Pedro, do Flamengo. Em novembro, a premiação voltou a atravessar a Dutra, desta vez para as mãos de Luciano, destaque do São Paulo no Campeonato Brasileiro.

Artilheiros

Os 20 clubes que compõem o Brasileirão Assaí brigam ponto a ponto pelas melhores colocações na tabela de classificação. A disputa individual entre os jogadores também não fica para trás. Na corrida pela artilharia, quem desponta é Thiago Galhardo, do Internacional, com 16 gols marcados – seguido de perto por Marinho, do Santos, que já balançou as redes em 15 oportunidades.

O top 5 dos principais artilheiros é completo por Luciano, do São Paulo, com 12 gols até aqui, e um empate triplo entre German Cano, do Vasco, Pedro, do Flamengo e Brenner, também do São Paulo, com 11 cada.

Garçons

O que seria dos artilheiros sem aquela assistência na medida? Se a briga pela artilharia está acirrada, a disputa dos principais garçons do campeonato está ainda mais. Os melhores passadores do Brasileirão no ano de 2020 são Vina, do Ceará, e Keno, do Atlético-MG, com seis passes para gol cada.

Em seguida, na segunda colocação, com cinco assistências até então, um empate técnico entre oito atletas. Arrascaeta, Bruno Henrique e Isla, do Flamengo, Marinho, do Santos, Giovanni Augusto, do Coritiba, Jefferson Savarino, do Galo, Juninho Capixaba, do Bahia e Thiago Galhardo, do Colorado, deram cinco passes para gol cada e seguem de perto os líderes nesse quesito.

Melhor ataque

A grande fase do São Paulo tem sido um terror para as defesas adversárias. Liderado por Brenner e Luciano, o sistema ofensivo do Tricolor Paulista foi um dos grandes responsáveis pela liderança isolada do clube ao fim de 2020. Foram 47 gols marcados, com praticamente a metade dele saindo dos pés da dupla de ataque - Luciano marcou 12 vezes e Brenner foi às redes em 11 oportunidades.

Melhor defesa

A máxima do futebol de que um grande time começa com uma grande defesa é mais do que comprovada no Brasileirão. Afinal de contas, as zagas menos vazadas da competição em 2020 são de dois postulantes do topo da tabela: São Paulo e Grêmio. O Tricolor Gaúcho e o Tricolor Paulista sofreram apenas 22 gols de seus rivais até então.

Por: CBF