Foto:Thiago Mattos/Olhar Esportivo


 Operário F.C e Araguaia entram em campo nesta quarta-feira (15), às 15h, no estádio Presidente Dutra, com portões fechados ao público, para definir quem será o primeiro rebaixado no Campeonato Mato-grossense. Nas últimas colocações do grupo B, e sem chances de classificação as semifinais, ambos os times realizam a última partida no certame estadual. O jogo é valido pela 10ª rodada do MT 2017.

O Operário F.C entra em campo precisando de uma goleada para garantir a permanência na elite estadual. Somente um placar com cinco gols de diferença garante o tricolor na primeira divisão de 2018. Hoje a diferença está em nove gols negativos.

Para o time de Barra do Garças, que tem uma vitória na competição e três pontos na tabela de classificação, até uma derrota pela diferença de quatro gols no estádio Presidente Dutra sela a permanência na elite.

Devido aos problemas estruturais no Estádio Presidente Dutra, o jogo será realizado com os portões fechados ao público. Somente poderão adentrar a partida jogadores, árbitros, organização da FMF, imprensa e no máximo cinco (5) dirigentes de cada agremiação.

Pior da história?

Com sete derrotas em sete jogos, além de saldo de -19 (2GP e 21GC), o Operário Ltda pode ficar para a história como um dos piores times da história do Campeonato Mato-grossense. O clube entrará em campo em busca de pelo menos um ponto para ‘fugir’ do feito de terminar zerado na competição.

Mais uma derrota e o Tricolor iguala o Cáceres Esporte Clube de 2010, equipe que terminou a competição com 13 derrotas em 13 jogos e um saldo impressionante de -56 (9GP e 65GC). Acumulando derrotas de 14 a 0 para o Sorriso, 11 a 1 para o Cuiabá e 9 a 1 para o Clube Recreativo Atlético Campoverdense (CRAC).

Por: Olhar Esportivo