Foto: Conmebol


Após uma análise detalhada da situação em relação à evolução mundial e regional do Coronavírus (COVID19) e das recomendações de organizações internacionais da área de Saúde Pública para tomar precauções extremas, a CONMEBOL anunciou o adiamento da 47ª edição da a Copa América da CONMEBOL até as datas de 11 de junho a 11 de julho de 2021.

A Confederação, com seu presidente Alejandro Domínguez, juntamente com os 10 presidentes das diferentes Associações Membro, considera que um evento dessa magnitude merece que toda a atenção e esforço sejam concentrados em sua organização; A prioridade de hoje está em segundo plano para proteger a saúde e a segurança das equipes nacionais, torcedores, mídia e cidades-sede.

“É uma medida extraordinária para uma situação inesperada e, portanto, responde à necessidade fundamental de evitar uma evolução exponencial do vírus; já presente em todos os países das Associações Membro da Confederação. A CONMEBOL não tem sido fácil de tomar essa decisão, mas devemos sempre proteger a saúde de nossos atletas e de todos os agentes que fazem parte da grande família do futebol sul-americano. Não duvide que o torneio de equipes mais antigo do mundo retornará com força renovada em 2021, pronto para fazer o continente e o mundo inteiro vibrarem novamente com a paixão que sempre nos caracteriza.

Gostaríamos de agradecer especialmente aos Presidentes da República Argentina, Don Alberto Fernández, e da República da Colômbia, Don Iván Duque, por todos os sinais de cordialidade e colaboração permanente, juntamente com seus respectivos Ministros e funcionários do governo, pela organização deste grande campeonato. Nesse mesmo sentido, agradecemos também o constante acompanhamento e trabalho dos presidentes da Associação Argentina de Futebol, Claudio Tapia e da Federação Colombiana de Futebol, Ramón Jesurún, para concretizar a CONMEBOL Copa América 2020 em seus respectivos países.

Agradecemos também à UEFA e ao seu Presidente, Aleksander Čeferin, pelo trabalho conjunto e pela decisão coordenada de adiar a Euro 2020 em benefício de toda a família do futebol.

E, por último, mas não menos importante, os torcedores e toda a comunidade de futebol em geral por entenderem essa situação inesperada”, afirmou Alejandro Domínguez, presidente da CONMEBOL.

Nos próximos meses, a CONMEBOL informará através de seus canais oficiais sobre as decisões tomadas com as Associações Membros e de acordo com as recomendações das organizações de saúde.

A Eurocopa, o torneio de seleções europeias que estava previsto para o mesmo período da Copa América, também foi transferida para o ano que vem. A medida foi informada pela UEFA.

Por: Da Redação com Conmebol