Foto: Sala para aquecimento dos atletas no estádio Dutrinha - Crédito Luiz Alves


A obra do Estádio Eurico Gaspar Dutra está concluída. Novo gramado, vestiários, cabine de imprensa reformada, arquibancada pronta. A maior obra realizada na estrutura do estádio desde sua construção, em 1952, foi também inclusiva e tornou o acesso universal, com adaptações na estrutura para garantir autonomia as pessoas com deficiência. A obra foi executada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, em parceria com a Secretaria de Serviços Urbanos e Obras Públicas.

“Ainda este mês de dezembro vamos entregar o Dutrinha, esse gramado que já foi palco de grandes clássicos, já recebeu até o nosso maior ídolo do futebol, nosso rei Pelé, é uma arena que faz parte da história da nossa cidade e merece ter suas arquibancadas cheias novamente”, declarou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. 

No dia 02 de setembro, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer realizou uma visita de vistoria pelo Dutrinha com representantes do Conselho da Pessoa com Deficiência. Na ocasião, foram apresentadas as mudanças no acesso ao estádio, que vão permitir livre circulação, dando autonomia às pessoas com deficiência.

“No caso de uma evacuação, se eu, um cadeirante, estiver no meio de uma multidão que anda, eu estou prejudicado. Então eu acho que esse espaço é para nos proteger. Porque na hora de sair todo mundo quer sair. E assim, não tem como atender 100% das deficiências. Mas o caminho que a gente sempre pede é a acessibilidade para a pessoa chegar ao determinado local sem depender de ninguém ou o mínimo possível. Dali para a frente são adaptações que as próprias pessoas vão encontrando”, pontuou Daniel Lopes, cadeirante há 20 anos, membro do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. 

Foram feitas rampas com inclinação e segura para cadeirantes, passagens com largura adequada para tráfego de cadeiras de roda, banheiros adaptados, espaço exclusivo na tribuna de honra.

A reforma teve início em fevereiro de 2019 e foi dividida em três etapas: a primeira compreendeu a readequação de todo o espaço, atendendo a medidas de segurança e acessibilidade. A segunda etapa foi a mudança de posicionamento dos postes de iluminação e a troca do gramado. Enquanto que a terceira etapa foi a construção do novo muro e modernização dos vestiários.

“O Dutrinha é fruto de muita dedicação da equipe da Secretaria de Esporte, juntamente com a Serviços Urbanos, liderada pelo Stopa e também do pessoal da Obras com Vanderlúcio. Um presente da gestão Emanuel Pinheiro para a Cuiabá dos 300 anos e tenho certeza que será palco de grandes jogos do nosso futebol”, disse o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Francisco Vuolo.

Na primeira etapa, as arquibancadas ganharam novas estruturas de contenção. O corredor de acesso do campo ao vestiário foi coberto, a área de entrada das torcidas e as arquibancadas foram separadas. Os jogadores e comissão técnica vão passar a adentrar ao estádio por entrada lateral do muro que dá acesso ao campo e depois seguem para o vestiário.

Em abril de 2019, iniciou-se a segunda etapa. A Secretaria de Serviços Urbanos iniciou a retirada do gramado para a implantação do sistema novo de drenagem e irrigação, que vai diminuir os custos de manutenção e consumo de água. O novo gramado é padrão grama Esmeralda. Para garantir iluminação adequada para jogadores, torcida e também para transmissão em veículos de comunicação, os postes foram realocados e foi instalada iluminação LED para garantir a qualidade para a torcida e para a transmissão dos jogos. 

Com a reforma dos vestiários, a obra entrou em sua terceira etapa de execução. O espaço privado aos jogadores recebeu grama sintética, com espaço para concentração e aquecimento e banheiros com chuveiros. Nesta fase, o muro também foi reconstruído e o outro lado do campo também recebeu atenção. A segunda arquibancada ganhou sustentação nova, assim como a bilheteria C e os banheiros e a lanchonete ao lado também foram reformados.

CONFIRA O VÍDEO COM IMAGENS DO ESTÁDIO!!!

No Dutrinha a história também terá espaço. Uma das salas da estrutura será transformada em um Museu do Futebol para reverenciar os atletas da terra e eternizar os grandes lances da trajetória do futebol cuiabano e mato-grossense. 

Somando-se todas as etapas da reforma ao processo de aquisição de bens permanentes e mobiliário, o orçamento total foi de cerca de R$2 milhões. Todo o investimento foi realizado exclusivamente pelo Município via Fonte 100.

Por: Da Redação


Crédito Luiz Alves

Crédito Luiz Alves

Crédito Luiz Alves

Crédito Luiz Alves