Foto: Assessoria Cuiabá Esporte Clube


A Arena Pantanal é o novo palco de formação esportiva para crianças e jovens entre sete e 17 anos de idade. O tradicional projeto Esporte na Cidade iniciou nesta segunda-feira (04) as aulas gratuitas de futebol de campo. São 150 jovens participantes, sendo 100 meninas e 50 meninos, todos matriculados na rede regular de ensino.

As aulas do projeto são realizadas duas vezes por semana, nas segundas e quintas-feiras, na Arena Pantanal, sempre no contraturno escolar. São três turmas em cada turno, das 8h às 11h, e das 15h às 18h. O ex-jogador de futebol profissional Kiko é o professor do projeto em Cuiabá. Ele já foi técnico do Mixto e do Dom Bosco no profissional, da Escolinha do Corinthians em Cuiabá, e da Escolinha do Búfalo Gil, em Várzea Grande.

“É um desafio, pois tendo em vista que o público alvo é o futebol feminino, uma novidade para mim. Espero fazer um excelente trabalho à frente desse projeto, que Deus possa abençoar toda situação. Vejo como um projeto revolução, pois dá oportunidade de crianças carentes poderem fazer treinamentos dentro de uma arena de Copa do Mundo, isso pode trazer muitos benefícios, inclusive social pra essa criança. Vejo que deve sim ser um projeto de grande valia para a nossa região”, disse o professor de Educação Física, Kiko.

Realizada pela organização social De Peito Aberto, com patrocínio do Itaú e do SporTV, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, a iniciativa tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Para Allan Kardec, secretário da Secel, o Esporte na Cidade tem potencial para ser um divisor de águas para os alunos, uma vez que o projeto atua com crianças e jovens em idade de formação.

“É um projeto de fundamental importância porque tem um viés de formação, que vai possibilitar aprendizagem para uma fase muito importante na vida dos atendidos.  Eles estarão saindo da infância, passando pela adolescência e pré-adolescência, participando de atividades que, como todo esporte, têm muito a ajudar na questão da sociabilização, da disciplina e do respeito. Ficamos felizes em ceder um dos espaços da Secel para que o projeto possa acontecer em Cuiabá. É um projeto conceituado no país e que pode dar mais visibilidade à Arena Pantanal”, comemora o titular da Secel.

Esporte na Cidade

No nono ano de execução, o Esporte na Cidade, pela primeira vez, chega ao Centro-oeste brasileiro. Já tradicional em Minas Gerais, na Bahia e no Pará, a iniciativa expande os horizontes para gerar oportunidade de um futuro melhor para jovens de Cuiabá.

O coordenador técnico, Rodrigo Porto, ciente do novo desafio, explica que o objetivo é gerar impacto social por meio do esporte. “O Esporte na Cidade é um projeto longevo. Estamos no nono ano de execução e temos experiência em dezenas de cidades, mas ainda não havíamos trabalhado no Centro-oeste. Vamos nos doar ao máximo para entender a cultura local, as necessidades e garantir que cada beneficiado pela nossa iniciativa tenha uma experiência que levarão por toda sua vida. Por fim, quero agradecer ao Governo do Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer que abriu as portas da Arena Pantanal para o projeto”, celebrou.

 

Por: Pedro Lima / da Redação


Após troca de parte do gramado da Arena Pantanal, campo está em ótimo estado - Olhar Esportivo

Arena Pantanal - Olhar Esportivo

Nesta primeira semana, as aulas serão teóricas - Arquivo Pessoal

Professor Kiko já treinou escolinhas na baixada cuiabana - Arquivo Pessoal

Esporte na Cidade, realizada pela organização social De Peito Aberto - Assessoria