Foto: Figueirense venceu o América-MG pela 10ª rodada e deixou a zona de rebaixamento - Créditos: Fernando Moreno/AGIF


Quatro jogos movimentaram a 10ª rodada da Série B neste sábado (19). Jogando fora de casa, o Figueirense bateu o América-MG por 1 a 0 e deixou a zona de rebaixamento. No Moisés Lucarelli, Ponte Preta e Operário-PR ficaram no empate em 1 a 1. E nos últimos confrontos do dia vitória dos mandantes. No Rei Pelé, o CSA venceu o Cruzeiro por 3 a 1, enquanto, na Arena Pantanal, o Cuiabá derrotou o Oeste por 3 a 0 e assumiu a liderança isolada. Veja os detalhes das partidas:

América-MG 0 x 1 Figueirense

O Figueirense até teve a primeira chance do jogo, aos nove, com Everton Galdino. Mas foi só. Jogando em casa, o América tomou conta das ações ofensivas. Daniel Borges, aos 16, cobrou falta com perigo. No minuto seguinte, Rodolfo arriscou de fora da área. Em mais um lance de bola parada, aos 28, Sávio assumiu a batida e carimbou o travessão. Minutos antes do intervalo, Daniel Borges e Sávio mais uma vez assustaram para o Coelho. O primeiro errou o alvo e o segundo parou na defesa de Rodolfo Castro. O segundo tempo começou lá e cá. Diego Gonçalves, aos cinco, tentou para o Alvinegro, enquanto Rodolfo, aos seis, respondeu para os mineiros. Na sequência, o Coelho teve grande oportunidade após cruzamento rasteiro de Sávio, mas ninguém chegou para completar. O Figueira também voltou a assustar, aos 13, em finalização de Gabriel Lima. Mas foi com o estreante Dudu, que a equipe visitante balançou as redes no Independência. Aos 15, o meia recebeu na entrada da área e bateu colocado sem dar chances para o goleiro: 1 a 0. Patrick, aos 23, quase marcou o segundo do Figueirense. Atrás no placar, o América ensaiou uma pressão no ataque, mas sem sucesso. 

O Alvinegro voltou a vencer na Série B, chegou aos nove pontos e deixou a zona de rebaixamento. A equipe catarinense ainda tem um jogo a menos na competição. Já o Coelho tem 17 pontos e ocupa a quinta colocação. 

Ponte Preta 1 x 1 Operário-PR

O Operário até começou o jogo no ataque. Mas a partir dos dez minutos, a Macaca tomou conta do duelo. Matheus Peixoto teve boa chance e viu Thiago Braga salvar o Fantasma. Aos 22, Apodi fez bela jogada e bateu colocado para abrir o placar no Moisés Lucarelli: 1 a 0. A Macaca seguiu pressionando e assustou com Luan Dias, Matheus Peixoto e Bruno Rodrigues. Minutos antes do intervalo, os visitantes levaram perigo com Tomas Bastos. No segundo tempo, a história se inverteu. A Macaca teve a primeira oportunidade com Bruno Rodrigues. Mas foi o Operário que partiu para cima. Tomas Bastos, aos sete, dessa vez carimbou o travessão. Na sequência, Roger foi quem tentou para o Fantasma. Aos 20, Wellington Carvalho quase marcou contra. Até que, aos 22, Tomas Bastos teve uma terceira chance e não perdoou. O meia pegou uma sobra dentro da área e chegou batendo para deixar tudo igual. Com a igualdade, a Ponte voltou para o jogo e assustou com Apodi e Moisés. Enquanto, a equipe paranaense respondeu com Roger. 

Com o resultado, a Macaca soma agora 18 pontos e ocupa a terceira posição. Já o Operário é o sexto, com 16 pontos. 

CSA 3 x 1 Cruzeiro

O Cruzeiro começou o jogo carimbando a trave em boa finalização de Airton. Mas foi o CSA que largou na frente no Rei Pelé. Diego Renan cobrou escanteio, Rodrigo Pimpão fez o desvio e Cleberson completou para o fundo das redes, aos 11: 1 a 0. Tentando a resposta, a Raposa levou perigo com Jean, mas Matheus Mendes salvou o time da casa. Aos 28, o Azulão voltou ao ataque e mais uma vez soube aproveitar a chance que apareceu. Rafinha colocou a bola na área e Alan Costa testou firme para ampliar a contagem. Antes do intervalo, os visitantes assustaram em uma bomba de Matheus Pereira e de novo o goleiro do CSA fez a defesa. O início do segundo tempo teve uma oportunidade para cada lado. Paulo Sérgio, aos dois, tentou para o Azulão enquanto Régis, aos quatro, arriscou para o Cruzeiro. Nas duas tentativas, os goleiros levaram a melhor. Já aos 21, Roberson achou ótimo passe para Matheus Pereira na grande área, que não desperdiçou e diminuiu para o Cruzeiro: 2 a 1. Mas a festa mineira durou pouco. Cinco minutos depois, Pedro Lucas aproveitou cruzamento na área para fazer o terceiro da equipe alagoana. O atacante teve nova chance, aos 33, mas acertou a trave.

O resultado tira o CSA da lanterna da competição, a equipe alagoana soma agora sete pontos e tem um jogo a menos. Já a Raposa tem oito pontos e ocupa o 15º lugar. 

Por: Da Redação com CBF