Foto:Mateus Garcia/Olhar Esportivo


Um fato chamou a atenção após a vitória do Dom Bosco sobre o Mixto por 3x2, na noite da última segunda-feira (16). Quando se esperava um momento festivo por parte do Azulão da Colina Iluminada, na coletiva de imprensa, o técnico Giani Freitas deu a seguinte declaração: “essa semana tivemos muitas dificuldades, inclusive se forem agora no vestiário verão um clima de luto”.

O que teria motivado tal declaração seria a possível saída do gerente de futebol Marco Antônio Arruda. Ele é o membro da diretoria mais presente no dia a dia do clube.

Marco Antônio, ao lado dos vice-presidentes Júlio César (seu irmão) e Paulo Emílio, conduzem os rumos do futebol do Dom Bosquino.

Marco Antônio justificou sua possível saída: “Não teve brigas, discussões... foi uma escolha pessoal, tenho coisas minhas pra tomar conta, além disso olhar para a arquibancada e ver pouca gente, é difícil. Gente séria no futebol não sobrevive”.

O gerente de futebol Dom Bosquino, porém, disse ainda estar reavaliando sua decisão por conta do pedido de jogadores do elenco que teriam insistido para ele continuar.  

Por: Mateus Garcia


Gerente de futebol Marco Antônio