Foto: Técnico Kiko Araújo pede demissão do Araguaia - Foto: Pedro Lima / Olhar Esportivo


O técnico Kiko Araújo não está mais no comando do Araguaia. O treinador pediu demissão do cargo nesta quinta-feira (27), após a sua quarta passagem pelo clube. Junto dele, também deixa o clube o preparador físico Ricardo Mendes. A informação é divulgada em primeira mão pelo site Olhar Esportivo.

“Eu entreguei o cargo, pedi demissão do Araguaia, não faço mais parte do time. Quero agradecer ao presidente Celson pela oportunidade, sabendo que a dificuldade foi e está sendo imensa. Quero agradecer ao pessoal do estado, que também sempre me acolheu muito bem”, disse o técnico à reportagem do Olhar Esportivo.

Com idas e vindas ao Araguaia, desta vez, o técnico não conseguiu fazer o time de Barra do Garças somar pontos no Campeonato Mato-grossense 2020. Foram seis jogos e seis derrotas, com um gol marcado e 16 sofridos.

A equipe iniciou os trabalhos somente em janeiro, com pouca estrutura e qualidade no elenco. É um exemplo visível da falta de investimento em uma agremiação da Primeira Divisão. No momento, o Galo da Serra está na lanterna da competição, com risco iminente de rebaixamento.

“Não briguei com ninguém, nada, eu vi que não estava conseguindo extrair mais dos meninos e preferi sair. De repente vem outro profissional e dá uma sacudida. Ressaltando que eu gosto muito do presidente. Depois do jogo do União, eu havia pedido para sair, os jogadores pediram para eu ficar, mas agora ficou insustentável, então prefiro dar oportunidade para outra pessoa”, completou Kiko Araújo.

O Araguaia perdeu para o Luverdense no sábado (22) de carnaval, por 1 a 0, no estádio Zeca Costa. No próximo domingo, às 15h30, a equipe enfrenta o Nova Mutum, no estádio Valdir Doilho Wons.

Por: Pedro Lima / da Redação