Foto: Divulgação


Nesta sexta-feira(28), o União Esporte Clube impetrou um mandado com pedido de garantia para que a Justiça Desportiva do Estado de Mato Grosso – TJD-MT, determinasse a inclusão das inscrições dos seus atletas pendentes, desde antes do dia 14/06, no Boletim Informativo Diário – BID, para a disputa da sequência do Campeonato Mato-grossense Sub-19.

De acordo com protocolo 830/2019, a FMF não cumpriu a medida estabelecida do TJD e o União entrou com pedido de afastamento do presidente Aron Dresch, além também de requerer multa de R$ 100 mil.

Em resposta, a FMF alegou que não cumpriu a decisão judicial, porque se encontra amparada por uma decisão do Ministério do Trabalho, que impede as transferências e registros de atletas no sistema do União.

Desta forma, com base no art. 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva – CBJD, o TJD-MT emitiu um despacho assinado pelo Auditor Renato Perboyre Bonilha, determinando que o presidente da FMF cumpra imediatamente a liminar deferida, sob pena de seu afastamento pelo prazo de 120 dias e multa de R$ 80 mil em caso de descumprimento.

Antes do segundo jogo da semifinal que acontece neste sábado(29), nenhum jogador do União teve seu nome publicado no BID de forma retroativa, haja visto que as inscrições de atletas para esta competição se encerraram no dia 14 de junho.

SUB-19

O União está na semifinal da competição estadual, onde enfrenta o Grêmio Sorriso. O primeiro jogo foi 1 a 0 para o Colorado em Sorriso. O segundo jogo acontece neste sábado, às 17 horas, no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis.

Luverdense e Cuiabá disputam o outro jogo da semifinal, às 16 horas, em Lucas do Rio Verde. Os dois finalistas garantem vaga na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O campeão será credenciado para a Copa do Brasil Sub-20.

 

Por: Da Redação


Trecho do protocolo do União EC

Despacho do TJD-MT

Despacho do TJD-MT