Foto: Crédito Julio Tábile


O técnico Toninho Pesso conheceu a sua primeira derrota no comando do Luverdense. Desde a sua chegada, o time havia empatado com o União, vencido o Araguaia, mas desta vez, perdeu para o Sinop, por 5 a 3, no estádio Gigante do Norte, em Sinop.

O time de Lucas do Rio Verde teve problemas durante o jogo, o zagueiro Raphael se machucou no primeiro tempo em lance de penalidade, e a equipe marcou dois gols contras durante a partida, deixando o Galo abrir 5 a 1 na etapa complementar.

“Foi complicado, as circunstâncias do jogo, no primeiro tempo acabamos perdendo o Raphael, que é um zagueiro, poderia ter uma mudança para frente, teve gol contra, acho que o pênalti foi um contato duvidoso, meu goleiro bateu no nosso atleta, no Raphael, de tanto que saiu do jogo por causa disso. Ele tomou um soco do meu goleiro, hora nenhuma pegou no adversário. Era um momento crucial, porque estava 1 a 1. Tirando as situações dos dois gols-contras, o Sinop foi superior nesse sentido de concluir, a gente teve volume, tanto que fizemos até dois gols, mas o Sinop em casa acabou agredindo”, disse o técnico Toninho Pesso à rádio Meridional FM de Sinop.

Segundo o comandante, com a derrota do Mixto para o Dom Bosco na Arena Pantanal, a situação continua da mesma forma, e com boa probabilidade de o Luverdense escapar da degola.

“Não tem nada perdido, o Mixto perdeu o jogo, a gente continua na mesma situação, um processo de recuperação da equipe. Fizemos a terceira partida, um empate, uma vitória e uma derrota, buscando gols sempre. Temos o jogo do CEOV, e terminamos contra o Mixto em casa, em um confronto direto, você ganhando essa partida, dependendo da situação, já não cai mais e classifica também”, explicou o técnico.

Ainda de acordo com Toninho, o momento é de buscar a recuperação em um todo, da mentalidade, da confiança e dos atletas. Por fim, o técnico voltou a citar a briga com o Alvinegro contra o rebaixamento, por conta do confronto direto na última rodada.

“O momento é de recuperar, não tive o Gustavo, o Bala, perdi o Murilo no primeiro tempo, então acabou que o Sinop mereceu pelas chances que criou e concluiu, classificado por muito mérito, mas a gente vai buscar ainda, temos chance de reverter, o clube é grande, os jogadores são capacitados, unidos vamos reverter essa situação. A gente sabe da grandeza do clube, quando a gente chegou já estava nessa situação, existe um processo de reformulação de ideias, de recuperação de atletas. Os atletas têm qualidade, mas essa oscilação que atrapalha um pouco, a concentração mais baixa. A gente na frente nessa briga direta com o Mixto, tenho certeza que vamos sair dessa situação e classificar, para buscar coisas maiores”, completou Toninho Pesso à rádio Meridional FM de Sinop.

Técnico Birigui se diz satisfeito com campanha e elogia contra-ataque do Sinop: “fulminante”

Por: Pedro Lima / da Redação