Foto:Alexandre Lops


Tudo mudou. Um dia após o presidente do União afirmar que o clube não estava 100% garantido na disputa do campeonato estadual por falta de apoio financeiro, o time de Rondonópolis fez o anúncio de maior repercussão até o momento, na pré-temporada dos times mato-grossenses.

O ex-zagueiro Fabian Guedes, que ficou famoso como “Bolívar”, será o técnico do Colorado para a temporada de 2018.

Bolívar pendurou as chuteiras em 2015, após disputar a série C do campeonato brasieliro pela Portuguesa.

Logo em seguida trabalhou como empresário de jogadores até março desse ano quando começou um estágio com o então técnico da Chapecoense Wagner Mancini.

Em abril desse ano Bolívar comentou o desejo de ser técnico em entrevista ao portal O Lance!: "Depois de parar de jogar eu tentei trabalhar como empresário de jogadores, mas vi que não era o que eu queria. Conversei com várias pessoas, como meu pai, por exemplo (o ex-jogador Bolívar), com amigos mais próximos, e com a minha esposa, sobretudo. Eu não estava feliz, porque sentia falta de estar dentro de campo. Hoje temos tido espaço para novos treinadores no Brasil e acredito que tenho muito conhecimento a passar. São estas coisas que me impulsionaram a tentar esta nova carreira".

O União será sua primeira experiência como técnico.

Zagueiro Bolívar

Como jogador, sua carreira foi bastante vitoriosa. Ele foi revelado pelo Guarani-RS em 2000 quando se destacou no campeonato gaúcho.  Suas passagens mais marcantes foram no Internacional (onde foi bicampeão da Libertadores, campeão mundial, da Recopa e Copa Sul-americana e cinco vezes campeão gaúcho) e no Botafogo (onde foi campeão da taça Guanabara e da Taça Rio).

 Ele também atuou por Brasil de Pelotas, Grêmio, Joinville, Mônaco-FRA , Novo Hamburgo e Portuguesa.

Por: Mateus Garcia