Olhar Esportivo - União consegue a classificação na Copa do Brasil de forma dramática
Foto:Julio Tabile


 A novela União e Dom Bosco e vaga na Copa do Brasil chegou ao fim de forma épica neste sábado (3). Os times se enfrentaram na Arena Pantanal e o Azulão venceu por 1 a 0, resultado que levou a decisão para os pênaltis, que teve um placar ‘maluco’ de 6 a 5.

O Azulão foi superior no primeiro tempo, mas abusou da ‘afobação’ e das jogadas individuais de Michel e Deivisson Pikachu. Nas vezes em que acertou alvo, o goleiro Colorado Thiago se saiu bem.

No segundo tempo, o desespero tomou conta dos nervos dos dois times, principalmente pelo lado dom-bosquino, que precisava do gol para ao menos levar a decisão para as penalidades. Após muito martelar, o atacante de velocidade Michel conseguiu enfim furar o bloqueio defensivo do União.

O gol do time da capital aconteceu aos 39 minutos do segundo tempo e nos últimos sete minutos de partida o Dom Bosco pressionou em busca da classificação no tempo regulamentar. Não teve jeito e a decisão foi mesmo para os pênaltis.

Cobranças

Logo na primeira cobrança, o time de Rondonópolis desperdiçou com Thalisson, que chutou para fora. Léo Mendes, também do União, isolou a quarta cobrança e deixou o Azulão muito perto da vaga. Coube a Hyan acabar com o sofrimento do time da capital, mas este acertou a trave e deixou todos ainda mais apreensivos.

O time de Rondonópolis acertou a quinta cobrança e Deivisson Pikachu teve a ‘bola da vez’ para classificar o Azulão e novamente o time desperdiçou o ‘segundo match point’, chutando para fora.

A disputa foi para as batidas alternadas, ambos times converteram as duas primeiras séries e na terceira série Kleberson desperdiçou para o Leão da Colina. Vaga na Copa do Brasil vai para o União Esporte Clube, talvez a classificação mais dramática da história para esta competição.

A FMF fará a indicação de imediato do Colorado como quarto representante de Mato Grosso no maior mata-mata do país.

Por: Thiago Mattos


Torcida Colorada compareceu e viu a vaga in loco