Foto:Junior Martins / Assessoria Mixto EC


 

Com um calor escaldante na Arena Pantanal, o Mixto levou um “banho de água fria” no primeiro tempo. O União Esporte Clube, muito bem na partida, abriu o placar aos 10 minutos, com o meia atacante Deco.

 

Com melhor desempenho, os visitantes seguiram criando oportunidades e chegaram ao segundo gol aos 42 minutos. O centroavante Dinei fez grande jogada, deu assistência e Goteira ampliou encobrindo o goleiro Vinicius, do Mixto.

 

Na segunda etapa, a chuva chegou após o calorão cuiabano e deu ânimo para a equipe do Mixto, comandada pelo técnico Toninho Pesso. Em poucos minutos, o atacante Matheus Guerreiro sofreu pênalti, cometido pelo experiente goleiro Neneca. O meia Dinelson cobrou e diminuiu o placar, fazendo o seu primeiro gol na competição.

 

O time da capital melhorou em campo. Com apoio dos seus torcedores, 579 presentes na tarde de domingo na Arena, o alvinegro quase conseguiu empatar, mas ficou no quase. O União assustava nos contra-ataques e conseguiu “matar” o jogo. O camisa nove, Dinei, serviu mais uma assistência e como de costume, o talismã Marcelinho, que entrou no segundo tempo, não perdoou, fechou o placar com um chute cruzado de esquerda, sem chances para o arqueiro Vinicius.

 

Foi a primeira vitória do União no Estadual, que tinha dois empates nas duas primeiras rodadas, contra Clube Esportivo Operário Várzea-grandense e Araguaia. O time do técnico Odil Soares chegou aos cinco pontos, em quarto lugar.

 

Já o Mixto, permanece com quatro e cai para sexto. Além disso, tem o compromisso do ano na próxima quarta-feira(06), contra o CSA(AL), pela Copa do Brasil, às 20h30, novamente na Arena Pantanal. O time visitante joga pelo empate para se classificar.

Por: Da redação


Olhar Esportivo

Olhar Esportivo

Foto: Junior Martins / Assessoria Mixto EC