Foto:Thiago Mattos/Olhar Esportivo


 O Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT) admitiu erro e voltou atrás nas punições ao Clube Esportivo Dom Bosco e Poconé Esporte Clube, feitas já na noite desta terça-feira (6).

O erro foi percebido apenas às 22h20, cerca de uma hora e meia após o anúncio da não perda de pontos pelo Dom Bosco. Boa parte da imprensa e os próprios advogados de União e Dom Bosco já haviam deixado a sala do TJD. O Olhar Esportivo inclusive já havia noticiado a absolvição.

‘Foram três votos enquadrando Dom Bosco e Poconé no artigo 214 (o que se refere a perda de pontos) e dois no artigo 191 (apenas multa). Nesse caso não há empate, os times serão enquadrados no artigo 214’, explicou o presidente da sessão, se desculpando.

‘Dessa forma, considera-se os votos aplicados somente dentro do artigo 214, ou seja, dois votos pedindo a pena máxima. Isto posto, o Dom Bosco fica com a pena de 16 pontos e o Poconé perde 30 pontos’, finalizou o presidente.

‘Ainda bem que identificamos esse erro antes da sessão ter sido finalizada’, afirmou Wagner, um dos auditores. Com o resultado, o Poconé vai para -24 pontos e o Dom Bosco fica com -5, ambos na zona de rebaixamento.

Leia as matérias atualizadas sobre os julgamentos:

Em decisão dividida Dom Bosco pega pena máxima

Poconé pega pena máxima

Por: Thiago Mattos