Foto: Divulgação Federação de Pesca Esportiva e Turismo Sustentável de MT


“Mato Grosso é o melhor destino para a pesca esportiva”. A opinião é do especialista na área, Kelven Lopes, que estará neste dia 12 de novembro, das 8h às 18h, participando do 1º Workshop do Turismo de Pesca Esportiva em Mato Grosso, programado para o auditório da Fiemt (Federação da Indústria de Mato Grosso). E ele apresenta dados de 2014, quando o Ministério da Pesca (hoje anexado ao Ministério da Agricultura) emitiu 78 mil carteiras para pescadores esportivos em Mato Grosso.

Ele lembra que Mato Grosso também é considerado o número “1” como destino para esse tipo de atividade por contar com três bacias hidrográficas que oferecem aos visitantes uma variedade de espécies de peixes.

Durante o seminário, a Federação de Pesca Esportiva e Turismo Sustentável de Mato Grosso (Fepestur) pretende abordar as vantagens econômicas e para o meio ambiente dessa prática. “Hoje, milhares de pessoas buscam os rios para a prática do pesque e solte”, diz Tarso Lopes, presidente da Federação.

Foram convidados a participar do evento a Sema (Secretaria Estadual de Meio Ambiente), Ibama, Secretaria Adjunta de Desenvolvimento do Turismo, Ministério da Agricultura, Marinha do Brasil e OAB.

 

Por: Da Redação