Cuiabá eliminou o Botafogo-RJ na Arena Pantanal e acumula R$ 5,9 milhões de premiação na Copa do Brasil 2020

O Cuiabá Esporte Clube mostrou que não está de brincadeira no trabalho. Além de uma campanha que mira o acesso à Série A, o Dourado, mesmo com desfalques, eliminou um time da elite nas oitavas da Copa do Brasil. De forma inédita na história do futebol de Mato Grosso, entre 35 edições, um clube do estado chega entre os oito melhores da competição.

A vítima do time mato-grossense foi o Botafogo-RJ, que havia vindo desde a primeira fase com quatro classificações conquistadas fora de casa. O Alvinegro passou por Caixas-RS, Náutico-PE, Paraná e Vasco, mas parou no Cuiabá, que entrou direto nas oitavas, devido ao título conquistado na Copa Verde de 2019.

Ao todo, o Dourado abocanhou R$ 5,9 milhões de cota vinda da CBF pela atual participação na Copa do Brasil. Foram R$ 2,6 milhões pela participação nas oitavas, mais R$ 3,3 pela classificação à próxima fase. É claro que vai ter aquele “bicho” aos jogadores, comissão técnica e staff.

O predador dos rios da Bacia do Prata mostra sua força nacionalmente. Grande parte da imprensa vê o Dourado como sensação da temporada. Atualmente, está na vice-liderança da Série B e classificado às quartas de final da Copa do Brasil.

E tem mais por vir. Agora, o Auriverde da Baixada aguarda seu próximo adversário, que será sorteado na sexta-feira (06), possivelmente sendo outro grande do Brasil. Serão mais R$ 7 milhões disputados no duelo de ida e volta das quartas de final.

Saiba mais: Cuiabá elimina o Botafogo e conquista classificação histórica para MT na Copa do Brasil