E aí, meus fí. Como é que vocês estão? Tá naquela hora de trocar uma ideia sobre o Campeonato Brasileiro com a participação especial do meu brother Calixto. Que meteu a marra e colocou até blazer pra falar. Você é monstro, guri. E nessa rodada oFlamengo não tomou conhecimento do Goiás. Foi o verdadeiro bonde do mengão sem freio, patrolou por 6×1. Teve também a catada de borboleta do Volpi no empate entre São Paulo e Palmeiras. E o gol relâmpago da Chape na Arena Condá. Mas já dá aquela moral pra nóis. E aperta o play pra fortalecer.

Rapaz do céu. O Flamengo e o Arrascaeta estavam em um final de semana inspirado. Partiu pra dentro do Goiás e enfiou 6 a 1, sem dó nem piedade. O time da gávea pressionou desde o início do jogo, e aos 5 minutos saiu o primeiro gol. Mas Kayke empatou em uma falha do Rodrigo Caio e o Goiás quase vira com uma bola na trave. Só que a partir dos 43 minutos o bagulho ficou louco. Em questão de 6 minutos, o Flamengo marcou mais 3 vezes, 1 de Bruno Henrique e 2 de Arrascaeta. O Jogo que tinha ficado tenso pros rubro-negros, virou um passeio no shopping.


No segundo tempo ainda tiveram mais 2 gols do Gabigol, ambos com passe do maestro do dia. Sabe aquele dia que estamos iluminados, então. Esse era o dia do ARRASCA! Ah! Também foi a estreia do Rafinha e o primeiro jogo do técnico Jesus no Maracanã.

Lá no Morumbi o São Paulo apresentou um jogo um pouco melhor, confesso que até pensei que sairíamos com a vitória, mas parece que temos um karma com gols de cobertura. Eu sei que é péssimo pra um são-paulino falar isso, só que é a real. O pior de tudo é que o Volpi estava pegando tudo, jogando muito mesmo. Ele e o Weverton do Palmeiras. E num chute desviado a bola caiu bizarramente nas costas dele. Sacanagem, né?


Foi uma infelicidade, eu sei que acontece, mas é recorrente contra o Palmeiras. No final da partida ele nem quis justificar: “não vou inventar desculpas, foi uma infelicidade”, disse. Com o empate o São Paulo continua sem vencer em clássicos e o Palmeiras continua sem perder em partidas oficiais em 2019, só que viu a diferença na tabela diminuir. O gol do São Paulo foi o primeiro do Pablo, que voltava de lesão, em casa.

A Chape fez gol meteórico (26 segundos) com Everaldo, mas foi flechada pelo Atlético Mineiro em casa, com gols de Iago Maidana, depois de uma cobrança de falta do Otero e Vinícius no finalzinho (53 minutos). Pela Chapecoense, Artur teve a chance aumentar, mas desperdiçou. O Goleiro Tiepo fez muitas defesas importantes, chegou até a pegar até pênalti do Ricardo Oliveira, mas não foi o suficiente. O Galo venceu por 2×1.

Em Porto Alegre, o Vasco saiu na frente com 1 gol de Picachu de pênalti, chegou a ampliar com o um golaço anulado pelo VAR, mas perdeu pro Grêmio por 2×1, com 2 gols de Pepê, que ainda perdeu um gol feito.


Sobre o nosso Cuiabá. Na volta da Série B, o Dourado voltou a vencer depois de 2 meses. No Barradão, Cuiabá bateu o Vitória com gol de Anderson Conceição. Agora o Cuiabá está em 13º com 11 pontos. E hoje, (15), às 19h, tem Cuiabá e Sport Recife na Arena Pantanal. Bora apoiar o Dourado.

Nessa rodada do Cartola eu fui bem demais da conta, pros meus padrões, hahahahaha. Fiz 126.65 pontos, mas poderiam ser mais. Até 10 minutos antes de fechar o mercado o Arrascaeta era o capitão do meu time, mas mudei pro Everaldo, que também foi bem. Só que poderia ser melhor, né?

Gostou da volta do Brasileirão? Deixa aí nos comentários a sua opinião.

Valeu demais pela moral. E compartilha nas suas redes sociais sua opinião usando a #experimentandoporai ou marcando o @experimentandoporai.