Cuiabá,

segunda-feira, 15

de 

abril

 de 

2024
.

São Paulo ainda líder. Inter e Palmeiras voltam a briga.

Botafogo 3 x 2 São Paulo – Gol no fim livra Fogão da degola
Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) – Num jogo emocionante e com duas viradas, o Botafogo venceu o São Paulo, por 3 a 2, neste domingo, no Engenhão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca saiu na frente, sofreu a virada, mas encontrou forças para reagir e virar o placar mais. O gol da vitória foi marcado aos 43 minutos do segundo tempo, por Jóbson.

O São Paulo segue liderando o Brasileirão, com 62 pontos, mas se o Flamengo ganhar do Goiás, ele ultrapassa o Tricolor e assume a ponta. O Botafogo, por sua vez, se manteve na 16ª colocação, com 44 pontos, e se livrou de voltar para a zona da degola faltando duas rodadas para o fim da competição.
Golaço põe Bota na frente
Seriamente ameaçado pelo rebaixamento, o Botafogo começou pressionando, mas encontrava dificuldades para penetrar na bem postada defesa são-paulina. Na primeira chegada com perigo o time da casa tirou o zero do placar. Jóbson recebeu pela esquerda, limpou Renato Silva e chutou da entrada da área no ângulo de Rogério Ceni, que só observou.

Atrás no placar, o Tricolor tocava a bola no campo de defesa e não encontrava espaços na marcação carioca. Errando muitos passes, o clube paulista não conseguia contra o gol de Jefferson. O panorama do jogo começou a mudar por volta dos 30 minutos, quando o São Paulo cresceu de produção e passou a incomodar o goleiro botafoguense.

Tricolor reage
Aos 34 minutos, Washington recebeu na entrada da área e dominou no peito, mas na hora do chute, isolou a bola pela linha de fundo. O empate quse veio aos 42, quando Marlos passou por três marcadores e finalizou no ângulo de Jefferson, que fez grande defesa. A pressão tricolor continuou e aos 49 minutos Miranda chutou de fora da área e a bola explodiu na trave.

De tanto insistir, o empate do clube do Morumbi veio aos 50 minutos. O lateral Júnior César cruzou da linha de fundo pela ponta esquerda, Washington se antecipou ao zagueiro Wellington e cabeceou no canto direito de Jéfferson para deixar tudo igual no Engenhão.

De arrepiar!
O segundo tempo começou eletrizante, com as duas equipes se mandando ao ataque em busca da vitória. Ao dez minutos, Júnior César cobrou lateral para a grande área, Washington dominou e tocou para Jorge Wagner. O meia chutou de primeira, no canto direito de Jéfferson, que nada pode fazer, e colocou o São Paulo na frente.

Mas a torcida tricolor não teve nem tempo de comemorar e sofreu o empate três minutos depois. Após bate e rebate na área são-paulina, Jóbson cruzou para Renato que, com Rogério Ceni já caído no gramado, tocou de cabeça para o gol vazio e deixou tudo igual mais numa vez.

O gol empolgou o time botafoguense, que se lançou para cima do São Paulo em busca da vitória. A vida do time alvinegro ficou mais fácil aos 25 minutos, quando Richarlyson atingiu Victor Simões com um chute e foi expulso, deixando o time paulista em desvantagem numérica.

Mas o Tricolor não recuou, mostrando o porquê é um dos melhores times do Brasil, e quase fez o terceiro aos 29, num chute de Hernanes que explodiu na trave. Quando tudo caminhava para o empate, novamente brilhou a estrela de Jóbson. O atacante recebeu de Victor Simões, limpa Miranda e chutou no canto direito de Rogério Ceni para garantir os três pontos.

Próximos jogos
Na próxima rodada, o Botafogo faz o confronto direto contra o rebaixamento diante do Atlético-PR, em Curitiba. Já o São Paulo enfrenta o Goiás, no Serra Dourada, em Goiânia.

Ficha Técnica

Botafogo 3 x 2 São Paulo

Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro-RJ
Público: 26.513 pagantes
Renda: R$ 270.536,00.
Árbitro: Sandro Meira Ricci-DF
Cartões amarelos: Renato e Jóbson (Botafogo); Renato Silva, Richarlyson e Wellington (São Paulo)
Cartões vermelhos: Richarlyson (São Paulo); Juninho, Rodrigo Dantas e Jóbson (Botafogo)
Gols: Jóbson, 14’/1T e 43’/2T, Renato, 13’/2T (Botafogo); Washington, 50’/1T, Jorge Wágner, 10’/2T (São Paulo)

Botafogo
Jéfferson; Alessandro, Juninho, Wellington e Diego; Leandro Guerreiro, Fahel (Rodrigo Dantas), Renato (Jônatas) e Lúcio Flávio; Jóbson e Reinaldo (Victor Simões).
Técnico: Estevam Soares.

São Paulo
Rogério Ceni; Renato Silva, Miranda e Richarlyson; Adrián González (Wellington), Arouca (Zé Luís), Hernanes, Jorge Wagner e Júnior César; Marlos (Henrique) e Washington.
Técnico: Ricardo Gomes

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here