Cuiabá,

segunda-feira, 26

de 

fevereiro

 de 

2024
.

Abençoada, Serena sente-se levantando ‘troféu de Venus’

Venus Williams chegou à final de Wimbledon 2009 ostentando uma invencibilidade de 20 partidas, as últimas 17 sem perder nenhum set, e tendo perdido apenas 20 games em todo o torneio. Entretanto, falhou na tentativa de chegar ao tricampeonato seguido e viu Serena erguer o troféu que ‘deveria ser’ da irmã mais velha da família.

Embora tivesse sido apontada pela organização do Aberto da Inglaterra ‘apenas’ a cabeça-de-chave três, Venus era colocada até pelas principais rivais como a maior favorita ao título. Também pudera: não era derrotada na grama londrina desde 2006 e vinha perdendo somente 3,33 games em média por jogo realizado na atual competição.

Tantos números favoráveis, porém, não bastaram para parar Serena neste sábado, quando ela aplicou 7/6 (7-3) e 6/2 para faturar sua terceiro taça do Grand Slam, o segundo sobre a irmã. “É incrível, sinto-me abençoada”, vibrou a norte-americana, agora já vencedora de 11 majors na carreira.

Por outro lado, a tenista admite não ter se sentido muito confortável após ter impedido a consagração da irmã, que buscava se tornar a segunda maior ganhadora da história de Wimbledon com o terceiro título consecutivo e o sexto no total. “Parece que eu não deveria estar levantando o troféu, é como se eu estivesse com o troféu de Venus. Ele foi feito para Venus e ela sempre vence, então ainda não percebi que consegui ganhar”.

Vendo vingada a derrota do ano passado, quando batera Serena exatamente na decisão, a mais experiente das Williams afirmou que a irmã desta vez ‘esteve bem demais’. “Ela teve uma resposta para tudo e jogou seu melhor tênis, então parabéns”, afirmou, conformada, a número dois do mundo.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here