Cuiabá,

sábado, 25

de 

junho

 de 

2022
.

Bolsista mato-grossense participa de competição em São Paulo neste fim de semana

O paratleta de Sorriso, Eduardo Furtado da Cruz, 18 anos, é recordista do Centro-Oeste em várias modalidades do atletismo

O paratleta mato-grossense Eduardo Furtado da Cruz, de 18 anos, da cidade de Sorriso, viaja para São Paulo acompanhado de seu professor/técnico Marcos Flademir Vieira para a disputa da Paraolimpíada Brasileira de Atletismo que acontece neste final de semana.

Eduardo da Cruz é deficiente (T46) categoria deficiência de membros, foi descoberto pelo professor Marcos Vieira há quatro anos. “Eu gostava de basquete e de futsal. Eu era goleiro no futebol de salão. No dia que fui convidado para participar do atletismo pelo professor, no corredor da escola, não dei a mínima para ele, pois não estava em um bom momento da minha vida”, lembra o paratleta.

Dias depois foi através de um amigo comum que foi visitar o professor/técnico na escola saber se o convite ainda estava em aberto. “Conversei com ele e expliquei as modalidades que o atletismo oferecia para ele, que era deficiente e eu estava disposto a treiná-lo”, lembra o professor Marcos. O Eduardo aceitou o convite e começou a se dedicar aos treinamentos.

“Participei de algumas competições aqui no Estado de Mato Grosso sem conquistar nenhuma medalha, e o professor sempre me incentivando e chamando atenção pela oportunidade de estar treinando com ele e que as vitórias poderiam ser alcançadas, só dependia de minha vontade e esforço de querer vencer”, lembrou.

A primeira medalha conquista não foi em Mato Grosso, e sim, em sua primeira competição de nível nacional no estado de Goiás, onde conquistou sua primeira medalha. “Você me desculpe, não lembro se foi de ouro, prata ou bronze, mas a felicidade que estava sentindo pela conquista é inexplicável. Minha emoção me contagiou e fiquei momentaneamente cego de felicidade. Devia essa emoção ao meu professor e meus familiares que me apoiaram também”, lembra Eduardo da Cruz.

A primeira conquista em Goiás foi o primeiro degrau superado e hoje o paratleta contabiliza 54 medalhas de ouro, prata e bronze. “A cor da medalha pouco importa e sim é ganha-la. Sou muito grato ao professor/técnico, minha família, ao Governo de nosso estado por meio da Secel (Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer) que me auxilia com o Bolsa Atleta, o que me possibilitou a treinar com mais empenho em busca de defender nosso estado nos eventos nacionais”, frisa.

O paratleta Eduardo Furtado da Cruz coleciona recordes há mais de três anos no Centro-Oeste, Campeonato Brasileiro, Campeonato Estadual e Paraolimpíada Brasileira. “Meu objetivo é continuar aos treinamentos e defender não somente minha cidade natal, Sorriso, como meu Estado Mato Grosso e o Brasil em competições nacionais e até fora do Brasil, que é meu sonho também em participar de uma paraolimpíada”, finaliza o paratleta.

Em Sorriso por ocasião da realização dos Jogos Escolares Mato-grossenses para atletas/alunos masculino e feminino com idades entre 12 e 14 anos e também dos Jogos Estudantis de Seleções Mato-grossenses para estudantes/atletas de 15 a 17 anos promovido pelo Governo do Estado por meio da Secel-MT em parceria com a Prefeitura de Sorriso. O Coordenador de Esporte de Inclusão da Secel, Luiz Benedito Tamba e os assessores Arnaldo Ramos Júnior e Laudinei “Brancão” Arruda Duarte promoveram uma apresentação de basquete em cadeira de rodas para os atletas/alunos para conhecerem o grau de dificuldade que os cadeirantes tem em participar de campeonatos.

“Convidamos o paratleta Eduardo (Furtado da Cruz) para contar sua história vencedora para os presentes no refeitório e o convidamos também a participar no dia 13 de julho em Cuiabá do MIT – Jogos Abertos Para Pessoas com Deficiência e ele prometeu ir”, disse Tamba. O Eduardo resumiu sua história aos alunos/atletas e foi muito aplaudido pelos presentes.

Notícias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui