Cuiabá,

sábado, 25

de 

junho

 de 

2022
.

Com foco exclusivo no Brasileirão, Cuiabá busca mudar panorama em casa para ter voto de confiança da torcida

Dos próximos quatro jogos na Série A, três serão disputados na Arena Pantanal 

Eliminado na Copa do Brasil, o Cuiabá fechou sua participação na Sul-Americana na última quinta-feira (26). Até o fim da temporada, o Dourado terá única e exclusivamente o Brasileirão para disputar, com foco principal em permanecer na elite nacional por mais um ano. Para isso, precisa voltar a vencer no campeonato nacional, de preferência dentro de casa, para aproveitar a sequência na competição e reconquistar a confiança do torcedor.

Dos próximos quatro jogos, três serão realizados na Arena Pantanal – contra Athletico-PR, Corinthians e Red Bull Bragantino. Até aqui, o time auriverde tem dois empates e uma derrota sob seus domínios. 

A média de público do Cuiabá é de 7.748 pessoas como mandante nas três partidas do Brasileiro – o recorde ocorreu diante do Fluminense, quando 10.791 pessoas estiveram na Arena.

Em 16º lugar com 8 pontos, o próximo compromisso do Dourado é direto na tabela de classificação. A equipe recebe o Athletico, que somou 9 e aparece na 12ª posição. Sob o comando técnico de William Araújo, que irá substituir o suspenso Luiz Fernando Iubel, o Auriverde vai em busca da primeira vitória em casa na Série A, algo que pode dar mais confiança para a sequência e atrair mais torcedores ao estádio.

William liderou o time principal do Cuiabá em dois jogos na temporada, com uma vitória e uma derrota. 

Com o intuito de chamar a torcida para jogar junto e empurrar o time, os ingressos para o duelo diante do Furacão têm valores a partir de R$ 10. Uma vitória neste domingo (29) pode ser o ponto de partida de uma união fundamental para o clube seguir na elite do futebol brasileiro em 2023.

Confira o público presente nas três primeiras partidas em casa na Série A:

  • Cuiabá x Fluminense – 10.791
  • Cuiabá x Atlético-GO – 4.517
  • Cuiabá x Internacional – 7.968

Por: Gabriel Barros e Pedro Lima | Olhar Esportivo

Notícias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui