Cuiabá,

sexta-feira, 23

de 

fevereiro

 de 

2024
.

Fogão sofre, mas vence o América de virada

Com gols de Loco Abreu e Caio, Botafogo garante mais três pontos no Carioca


O Botafogo recebeu o América na tarde deste sábado, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Carioca. E o que se via nas arquibancadas do estádio era uma torcida ainda magoada com a goleada sofrida pelo Botafogo para o Vasco, por 6 a 0, no último domingo. Assim como aconteceu na última partida do Glorioso, contra o Tigres, em São Januário, torcedores alvinegros estenderam faixas pela arquibancada pedindo a saída de Alessandro, Fahel, Eduardo, Lucio Flavio e do gerente de futebol do clube, Anderson Barros.


Em campo, a novidade era o esquema tático escolhido pelo estreante técnico do Botafogo, Joel Santana. O treinador optou pelo 3-5-2, ao invés do 4-4-2 que Estevam Soares costumava utilizar. Desta forma, o Alvinegro entrou em campo com três zagueiros: Antônio Carlos, Wellington e Fábio Ferreira.


PRIMEIRO TEMPO


O Botafogo começou a partida um tanto perdido, principalmente em seu setor defensivo. Com o novo esquema de três zagueiros, Antônio Carlos, Wellington e Fábio Ferreira pareciam não se encontrar dentro de campo e deixavam espaços livres para o ataque do América arriscar. Nos primeiros cinco minutos de jogo, o América levou perigo ao gol de Renan três vezes, com Daniel Morais, Jones Carioca e Adriano.


A distração da equipe alvinegra seguiu por quase toda a primeira etapa. O time de Bebeto mostrava muita velocidade pelas laterais do campo e assustava frequentemente o goleiro Renan com as finalizações de Adriano e Daniel Morais. Enquanto isso, o Botafogo deu sinais de que continua com dificuldades para acertar os passes. Quem chegava com mais eficiência na área do América, mais uma vez, era Herrera.


Aos 23 minutos, Gerson saiu em velocidade pela esquerda, fez bom lançamento para dentro da área do Botafogo. Adriano recebeu livre, nas costas dos três zagueiros alvinegros abriu o placar para o América, de cabeça.


Após o gol do Mecão, o Bota acordou um pouco para o jogo, mas continuou comentendo erros na defesa. Com os três zagueiros, Alessandro e Marcelo Cordeiro tiveram mais liberdade para subir para o ataque, e explorando as bolas aéreas à procura da cabeça de Loco Abreu. Aos 35, Cordeiro recebeu passe de Herrera e cruzou na medida para o uruguaio tocar para a rede com facilidade, de cabeça. Foi o primeiro gol de Loco Abreu com a camisa do Botafogo.


Com o empate, o Botafogo terminou o primeiro tempo pressionando mais. Renato e Herrera penetravam na área do Mecão e continuavam criando jogadas aéreas em busca da virada.


SEGUNDO TEMPO


No intervalo, Joel Santana substituiu o zagueiro Wellington por Diguinho, meia atacante. Apesar da alteração visando a vitória, o Botafogo voltou para o campo da mesma forma que começou o jogo: distraído e permitindo as investidas do América.
A zaga alvinegra continuava atrapalhada mas, para a sorte do Botafogo, o ataque rubro pecava bastante na precisão de suas finalizações.


Aos 14 minutos, Joel resolveu ir para cima de vez, colocando o atacante Caio no lugar de Renato Cajá. Aos 30, Herrera soltou uma bomba no gol defendido por Roberto, que espalmou nos pés de Loco Abreu, mas o uruguaio desperdiçou inacreditavelmente.


As substituições de Joel Santana mostraram eficiência. O Botafogo ficou mais ofensivo e chegava com mais frequência na grande área do América. No segundo tempo o Alvinegro priorizou a criação das jogadas pelo meio, mas mesmo assim, também pecava nas finalizações. Eis que aos 42, o jovem Caio roubou a bola de Gerson, pela esquerda, avançou com velocidade e, mesmo tendo Loco Abreu livre dentro da área, preferiu chutar cruzado e obteve sucesso. Um lindo gol de Caio, 2 a 1 para o Botafogo.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X AMÉRICA


Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 30/1/2010 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Luis Aantonio Silva dos Sansots (RJ)
Auxiliares: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Rodrigo Figueiredo Henrique (RJ)
Renda/Público: R$ 73.915,00 / 3.901 pagantes / 5.816 presentes
Cartões Amarelos: Marcelo Cordeiro (25′, 1ºT), Lúcio Flavio (6′, 2ºT), Ciro (24′, 2ºT), Caio (25′, 2º T), Jones Carioca (38′,2ºT)
Cartões Vermelhos: –


GOLS: Adriano (AME – 23′, 1ºT), Sebastián Abreu (BOT – 35′, 1ºT), Caio (BOT – 42′, 2ºT)


BOTAFOGO: Renan; Alessandro, Antônio Carlos, Wellington (Diguinho, intervalo), Fabio Ferreira e Marcelo Cordeiro; Eduardo, Renato Cajá (Caio – 14′, 2ºT) e Lucio Flavio; Herrera (Somália – 43′, 2ºT) e Sebastián Abreu. Técnico: Joel Santana.


AMÉRICA: Roberto; Claudemir, Ciro, Evandro e Gerson; Mael, Júnior, Osmar (Allan – 32′, 2ºT) e Jones Carioca; Adriano e Daniel Morais. Técnico: Bebeto.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here