Cuiabá,

quinta-feira, 22

de 

fevereiro

 de 

2024
.

Governador Mauro Mendes afirma que deve sancionar retorno parcial do público aos estádios

O projeto de lei é apresentado pelo primeiro-secretário da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), em coautoria com o presidente da ALMT, Max Russi (PSB), e prevê a liberação de 35% da capacidade de ocupação dos estádios de futebol em Mato Grosso. O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que irá sancionar a proposta, caso seja aprovada.

A abertura deverá ocorrer mediante a protocolos estabelecidos para zelar pela saúde física e mental dos participantes. As medidas de segurança serão determinadas entre os times de futebol e a administração local, envolvendo os setores de Segurança Pública, Saúde e outros, necessários para a implementação e fiscalização.

Desta forma, o público interessado deverá cumprir os seguintes critérios: exame RT-PCR negativo, realizado no máximo 48 horas antes do evento, ou comprovante de vacinação, sendo dose única ou duas doses, a depender do imunizante recebido. Além disso, o retorno do público não poderá exceder 35% da capacidade do estádio.

Segundo o governador Mauro Mendes, a proposta deve gerar polêmica e visa atender ao interesse coletivo.

As pessoas estão trabalhando. Está mais lotado dentro dos ônibus do que em qualquer estádio. É uma polemica boa, às vezes o Brasil é o país da hipocrisia, igual essa história da Copa América. Quando surgiu, vi pessoas dizendo que era um absurdo, mas o Campeonato Brasileiro não é, a Libertadores, Copa do Brasil e outras competições. A gente tem que tratar as coisas com responsabilidade, olhando o interesse coletivo e não o umbigo”, completou.

O futebol brasileiro está sem público nos estádios há mais de um ano. Este período sem torcedores nas arquibancadas tem resultado em impactos financeiros sobre os clubes, ainda que a renda de bilheteria represente apenas uma porcentagem sobre as expectativas de receita dos clubes.

Nesta quarta-feira (14), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou 1.677 novas confirmações de casos de Covid-19 no Estado. A taxa de ocupação nos hospitais públicos está em 71,17% para UTIs adulto e em 29% para enfermarias adulto. De acordo com Boletim Informativo divulgado pela SES-MT na última terça-feira (13), treze municípios de Mato Grosso registram classificação de risco alto de contaminação pela Covid-19. Outras 128 cidades estão classificadas na categoria moderada e nenhum município está com risco considerado muito alto ou baixo para o coronavírus.

Mesmo que governador sancione a lei, os jogos do Cuiabá pela primeira divisão do Campeonato Brasileiro só terão público nos estádios caso a CBF decida pelo retorno parcial de torcedores nas competições que organiza.

Podemos liberar o nosso estádio, se essa lei for aprovada eu irei sancionar. Agora, a CBF manda no campeonato, não podemos interferir”, pontuou.

A proposta foi aprovada em primeira votação e será analisada na sessão extraordinária da próxima segunda-feira (19).

 

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here