Cuiabá,

segunda-feira, 4

de 

março

 de 

2024
.

Internacional perde um caminhão de gols durante o tempo normal e cai para o Olimpia nos pênaltis

O Internacional perdeu uma infinidade de gols e foi eliminado pelo Olimpia na decisão por pênaltis. O Colorado abusou do direito de jogar para fora as chances que criou, teve gol anulado e pênalti desperdiçado durante o tempo normal. O Inter jogou para eliminar o time paraguaio com folga, não fosse a falta de precisão nas finalizações.

O Internacional do primeiro tempo esteve mais próximo daquele que goleou o Olimpia na fase de grupos – com outro técnico e alguns jogadores diferentes – do que o que ficou no 0 a 0 no jogo de ida. Teve tudo: 72% de posse de bola, dez finalizações, chances claras, bola na trave, exigiu defesas do goleiro Alfredo Aguilar e mal foi ameaçado na defesa. Bom, quase tudo. Faltou o gol.

Os pênaltis chegaram, e o Olimpia (e nem o Inter) sabia exatamente como. Mas chegaram. E aí tudo fica igual. As batidas foram muito boas. Edenílson desta vez acertou. Alejandro Silva empatou com categoria. Boschilia, Isidro Pitta, Moisés e Braian Ojeda converteram sem problemas. A batida cruza de Mauricio foi a mais perigosa, Aguilar quase alcançou. Richard Ortíz empatou para o Olimpia.

A nona cobrança, porém, foi isolada por Thiago Galhardo. Derlis González fez 5 a 4 para o Olimpia, e a Libertadores da América deste ano acabou para o Internacional.

 

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here