A cada ano o flag, modalidade do futebol americano, ganha mais adeptos em Mato Grosso. Já são cerca de 50 atletas que treinam regularmente. Eles têm como foco principal o Circuito Centro-Oeste de Flag que ocorre em junho na cidade de Rondonópolis. Apenas 30 serão convocados. Eles formarão duas equipes que disputam o torneio entre si.

A Etapa Centro-Oeste será dividida em três chaves. A primeira delas contará com as equipes Brasília Alligators, Tubarões do Cerrado (Brasília), Cobras (Campo Grande) e Jacarés do Pantanal (Campo Grande). A segunda chave terá duas equipes do Cuiabá Arsenal, o Rondonópolis Hawks e Várzea Grande Sabertooth. Já a terceira chave é composta por Goiânia Old Skulls, Goiânia Gorilas, Goiânia RedNecks, Goiânia Tigres, Rio Verde Pumpkins e Guarás Football. As duas equipes que tiverem o melhor resultado de cada chave seguem para a segunda fase.

De acordo com o diretor esportivo do Arsenal, Raulin Leal, que é técnico da equipe de flag, a modalidade não recebeu a atenção necessária, nos últimos dois anos, o que resultou em dois vice-campeonatos. Em busca do primeiro lugar em 2015, a equipe está mudando a forma de tratar o esporte. “Já estamos criando um livro de jogadas especiais com técnicas específicas para facilitar os treinos e melhorar o desempenho individual”, explica.

A mudança também afetou os treinos que deixaram de ser apenas no pré-jogo, para ocorrer regularmente desde o início de março, todo sábado, às 14h30, no Sesi Cristo Rei, em Várzea Grande. “É uma nova mentalidade que estamos trazendo para a equipe. Um time que deseja vencer tem que treinar. Não há outra saída”. 

Por: Cuiabá Arsenal / Caroline Pinnow