Ao som do berimbau, com uma grande roda, foi lançado no final desta tarde (18) o Projeto Solidário Vida Nova de Capoeira. O primeiro encontro foi realizado na Avenida Amazonas e contou com a participação de alunos do Parque Cultural e capoeiristas de grupos de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Sorriso e Sinop.

Atualmente, o Parque Cultural atende 400 crianças com aulas de capoeira. De acordo Carlos Eduardo Alves, conhecido também como professor Furacão, as oficinas atendem de segunda a sexta-feira crianças e adultos, e um dos ensinamentos passados é a importância da solidariedade, daí surgiu o projeto.

“Tivemos uma grande ajuda da sociedade, e o que era um pequeno sonho se tornou gigantesco, e hoje pudemos realizar a primeira edição da Roda Solidária Vida Nova, com a presença de municípios vizinhos, pais e alunos. Quero agradecer todos que nos apoiaram e colaboraram para que este projeto pudesse se tornar realidade”, pontuou Alves.

O professor ainda ressaltou que a proposta do projeto é promover rodas de capoeira todo mês em bairros diferentes. Para cada evento serão arrecadadas 10 cestas básicas que serão repassadas para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) que ficará responsável em beneficiar as famílias que mais precisam e que estão cadastradas no serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif).

O jovem aluno da Escola Municipal Caminho para o Futuro, Maicon Bach, 10 anos, relatou que a ação é muito boa e com as oficinas no Parque Cultural, além de fazer novos amigos, aprendeu muitas coisas. “Antes eu ficava em casa o dia inteiro, agora estou aprendendo coisas novas, que me ajudam muito”.

O presidente da Federação Mato-grossense de Capoeira, Jarbas Sokolowski, mestrando Escravo, destacou que a iniciativa luverdense é uma ação que será levada para outros munícipios do estado. “A capoeira nasceu solidária e tem crescido muito, Lucas é um dos principais polos de capoeira do Mato Grosso, quando fazemos um trabalho sério, o resultado é esse, e com a ajuda de todos também vamos levar esse projeto para outros locais”.

Na oportunidade, o secretário municipal de Esporte e Lazer e de Cultura e Turismo, Adão Brizolla, anunciou que no dia 3 de julho será promovido um grande evento de capoeira no município. “A capoeira em Lucas é muito unida, solidária e representativa na sociedade, sempre que precisamos está à disposição. E vamos mostrar isso para todos, vamos fazer no dia 3 de julho o maior encontro de capoeiristas que o Estado de Mato Grosso já viu”.

Por: Assessoria