Foto:Alex Ruan, Moisés e Hélder Maciel, em sequência da esquerda para a direita na foto, são uns dos seis renovados - AssCom Dourado


Após o anúncio da renovação com o técnico Marcelo Chamusca, o Cuiabá acertou as primeiras renovações de contratos de atletas para a temporada 2020, que começa para o Dourado no dia 22 de janeiro diante do Nova Mutum, na estreia do Mato-grossense.

A diretoria do Auriverde chegou a um acordo com o volante Marino, que vai para a sua terceira temporada com o Dourado, além do zagueiro Anderson Conceição, que já tinha sido divulgado em primeira mão pelo Olhar Esportivo, um dos destaques na Série B e na Copa Verde. O goleiro Matheus Nogueira, o lateral-esquerdo Alex Ruan, o zagueiro Hélder Maciel, e os volantes MarinoMoisés, também permanecem na temporada 2020.

A temporada será cheia de desafios para o Dourado. O Cuiabá tem quatro competições oficiais pela frente. O Campeonato Mato-grossense, logo no início do ano, quando vai buscar seu 10º título, e a partir de abril, vai encarar as oitavas de final da Copa do Brasil e a Série B do Brasileiro. O clube aguarda ainda a confirmação, por parte da CBF, das datas para a realização da Copa Verde.

O elenco do Cuiabá passa por reformulação. A maioria dos jogadores que atuaram pela equipe em 2019 não tiveram seus contratos renovados e foram para outros clubes, como o goleiro Victor Souza (CRB), o zagueiro Ednei (Guarani), o lateral-direito Léo (Inter de Limeira-SP), os meio-campistas Alê (América-MG) e Jean Patrick (Sport), além dos atacantes Lucas Braga (Inter de Limeira) e Felipe Marques, que tem propostas da Série A do Brasileiro.

 

A diretoria do Cuiabá ainda não se pronunciou sobre as contratações dos jogadores para o ano que vem, que terão o comando do técnico Marcelo Chamusca, porém, segundo bastidores apurados pelo site Olhar Esportivo, o elenco está sendo remontado com boas peças, como o goleiro João Carlos (ex-CSA), o lateral-direito Hayner (ex-Louletano-POR), o volante Ferrugem (ex-CRB), e o atacante Willians Santana (ex-CRB).

Por: Pedro Lima / da Redação