Atletas das modalidades do Ciclismo Olímpico, Cross Country Olímpico e Cross Country Maratona, ultimam os documentos, para ingressarem junto ao novo Governo de Mato Grosso (SECEL), requerendo inclusão no Programa Bolsa Atleta. Esse programa tem um atraso de 5 anos, segundo levantamento das federações e atletas, a divida beira a casa dos 10 milhões de reais. Só para os atletas do esporte do pedal, fica em torno de três milhões e meio, os repasses em atrasos. Manoel Lima, dirigente da FMTC cita que por 5 anos consecutivos, o ciclismo é a modalidade esportiva que mais protocola pedidos de inclusão ao programa. Neste ano de 2015, vamos novamente dar entrada com 52 processos. Conquistamos na temporada passa 7 títulos em nível nacional, cinco vice-campeonatos e inúmeras outras posições entre os seis melhores do país, dando direito aos atletas de ingressarem com as solicitações. Os melhores atletas de Mato Grosso e do país são formados em Acorizal, Tangara da Serra, Barra do Garças, Sorriso e Rosário Oeste. Competição. A direção da FMTC já trabalha na realização da primeira etapa do Ranking Nacional de Cross Country Olímpico, em Mato Grosso, neste ano de 2015. Rondonópolis, região sul do Estado, sedia a etapa no dia 1º de março, na sequência, acontece o III GP Alto Pantanal de Ciclismo Olímpico, com data para o dia 15 de Março. A etapa tem o ponto de largada no lendário Distrito de Mimoso, local de nascimento do Patrono das Telecomunicações, Marechal Rondon, cita Manoel Lima, dirigente da FMTC. A etapa será com 100 km e a chegada acontecera na cidade de Santo Antônio de Leverger. Na geografia, esta região é onde nasce o Pantanal. Nesta temporada, fizemos uma solicitação a CBC, para que todas as nossas competições tenham uma substancial elevação de categoria, pontuação e importância no cenário nacional, cita Lima. Com esta mudança de categoria, a nossa meta também é aumentar o intercambio com equipes do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal e Rondônia, entre outras. A proposta deste novo governo é de mudança e queremos que de fato, o Estado de Mato Grosso, possa realmente contribuir com o esporte amador. O ciclismo regional é a modalidade amadora que mais vai requerer inclusão junto ao citado programa de apoio aos atletas amadores, finaliza Lima. Maiores informações pelo fone (65) 9284 8833 e email fmtcmtb@gmail.com

Por: Assessoria