Cuiabá,

domingo, 24

de 

outubro

 de 

2021
.

Prefeito mostra confiança, Orione preocupação

A decisão da Fifa em adiar o anúncio das cidades-sedes da Copa de 2014 para o final de maio provocou um misto de preocupação, agonia e até de tranquilidade nos cuiabanos, que esperavam o anúncio para semana que vem.

O prefeito Wilson Santos, antes de embarcar para Brasília na tarde de ontem, disse que a decisão da Fifa não muda em nada a sua confiança. “Fizemos um trabalho melhor do que Campo Grande. Temos as principais belezas naturais do Centro-Oeste, como o Pantanal, o Cerrado, a Floresta Amazônica, Chapada dos Guimarães e tudo próximo de Cuiabá. Só vamos ter de esperar um pouco mais, mas estaremos na Copa”, disse.

Apimentando a acirrada rivalidade com Campo Grande, Wilson Santos alertou que nada que o comitê campo-grandense venha a fazer vai mudar a certeza de que Cuiabá será sede. O presidente da Federação Mato-grossense de Futebol, Carlos Orione, não gostou do adiamento. “É ruim, porque vai prolongar por mais dois meses essa ansiedade de conhecer as cidades-sedes”, explicou. Ele acredita que as especulações sejam as principais razões para o adiamento anunciado pela Fifa.

O presidente do Mixto, Júlio Pinheiro, até achou bom o adiamento e brincou argumentando que é para coincidir com o aniversário de 75 anos do clube. “Acho que o adiamento não vai influenciar na escolha de Cuiabá, tudo graças ao trabalho que o governador Blairo Maggi vem promovendo e também ao laço de amizade de Carlos Orione com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira”. O adiamento em Cuiabá, a expectativa com o anúncio era grande. A cidade já preparava uma festa para o dia 20, quando os membros do comitê de avaliação da Fifa se reúnem em Zurique, na Suíça. Mas o adiamento levou a decisão para o Congresso da entidade nas Bahamas, marcado para o final de maio, ainda sem data definida.

A alegação da Fifa para o adiamento da escolha é de que, como o número de sedes aumentou de 10 para 12, o Comitê Executivo da entidade precisará de mais tempo para analisar o relatório sobre as 17 cidades brasileiras que foram vistoriadas entre janeiro e fevereiro.

As candidatas a receber os jogos da Copa de 2014 além de Cuiabá são: São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, Manaus, Belém, Salvador, Recife, Natal e Fortaleza.

Assim como Cuiabá, todas elas passaram por vistorias de inspetores da Fifa e da CBF entre os meses de janeiro e fevereiro. Agora, resta avaliar quais apresentam as melhores condições, como o estádio (a ser construído ou reformado) e a infraestrutura da cidade, para definir as 12 escolhidas.

Na época da vistoria, o ministro do Esporte, Orlando Silva, chegou a declarar que uma sede ficaria na região do Pantanal – Cuiabá ou Campo Grande – e outra na Amazônia – Manaus (AM), Belém (PA) ou Rio Branco (AC). Mas nem a Fifa e nem a CBF confirmaram tal afirmação, garantindo que a disputa está aberta.

De qualquer maneira, algumas questões já parecem resolvidas pela Fifa – apesar de ainda não terem sido confirmadas oficialmente. São Paulo, por exemplo, deve ser escolhida como sede do jogo de abertura da Copa. E o Rio ficaria sendo o palco da grande final, repetindo o que aconteceu no Mundial de 1950, no Maracanã.

Fonte: Diário de Cuiabá

Notícias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui