A quinta rodada do Campeonato Mato-grossense encerrou o primeiro turno da primeira fase da competição(veja tabela). Foram marcados 61 gols em 25 partidas até agora, média de 2,44 por jogo, sendo que essa última rodada registrou 13 tentos.

Os clubes que se enfrentaram no final de semana, repetem a dose neste meio de semana, com a inversão dos mandos.

Bronca no árbitro

A derrota do Dom Bosco por 2 a 1 diante do Araguaia teve dois fatos notórios, a reclamação do técnico Gianni Freitas pedindo um pênalti para o Azulão e a falha clamorosa do goleiro Vitor no segundo gol da equipe barra-garcense.

Tá forte mesmo

Após um bom início de estadual, o Mixto parece ter dado a prova definitiva de que 2015 ficou no passado ao jogar de igual para igual com o Luverdense no estádio Márcio Cassiano, em Jaciara. O Alvinegro ainda marcou um golaço com Felipe Delgado no empate em 1 a 1.

Artilheiro: De pênalti, o atacante Alfredo fez o gol do Lec e se isolou na artilharia do mato-grossense, com três bolas na rede.

À espera de um milagre

O Sinop venceu o Poconé por 2 a 1 contando mais uma vez com forte apoio do seu torcedor. A partida marcou a estreia do técnico José Macena pelo lado do PEC. O treinador vai precisar fazer os atletas do Poconé, que ainda não venceram no estadual, ganharem no mínimo dois dos últimos cinco jogos para escapar do rebaixamento.

Recuperado

Após uma estreia catastrófica, quando o Operário foi goleado por 5 a 1 diante do Luverdense, o técnico Eduardo Henrique soma três jogos de invencibilidade no comando do Chicote da Fronteira. Neste domingo, a equipe foi à Cáceres e conseguiu um empate por 1 a 1 diante do Cacerense.

Desencantou

O ataque do União, que até aqui vinha zerado no estadual, marcou logo três diante do Operário F.C, pior clube da competição. Um dos tentos colorados foi anotado por Valdir Papel, que fez sua reestreia pelo clube no qual foi campeão em 2010.