Cuiabá,

sexta-feira, 23

de 

fevereiro

 de 

2024
.

Santos vence e coloca mão na taça da Copa-BR

Peixe bate o Vitória na Vila e garante vantagem na decisão, em jogo em que ‘Loco’ Neymar foi vaiado


O Santos colocou uma mão na taça da Copa do Brasil! Nesta quarta-feira, o Peixe bateu o Vitória por 2 a 0, na Vila Belmiro, no primeiro jogo da final da competição e garantiu boa vantagem para o segundo jogo, que acontecerá no Barradão, na próxima quarta-feira. Até uma derrota por um gol de diferença da o título ao Peixe.


Os gols foram marcados pelo jovem Neymar – que assumiu a artilharia isolada da competição nacional com 11 gols marcados – e por Marquinhos, em cobrança de falta na etapa final. No entanto, o jogo também ficou marcado pelo incrível pênalti desperdiçado por Neymar, que chegou a ser vaiado pela torcida santista. Na saída de campo, a Joia santista não quis dar entrevistas.


O jogo


Com a Vila Belmiro completamente lotada, os Meninos do Santos procuraram sufocar o Vitória desde o início da partida. Logo nos primeiros minutos, Ganso e Robinho chegaram à área dos baianos com jogadas de efeito, mas foram interceptados pela defesa adversária. Aos 11 minutos, o camisa 10 do Peixe cobrou falta e acertou a trave do goleiro Lee, deixando ainda mais intalado o grito de gol da torcida.


O gol animou ainda mais o Santos no jogo. Três minutos após abrir o placar, Alex Sandro fez linda jogada individual pela esquerda e deixou para Robinho, que chutou de primeira, mas errou o alvo. A partir daí, o que se viu foi um festival de finalizações erradas e firulas dos Meninos da Vila. Robinho cansou de pedalar na frente dos rivais, mas perdeu muitas bolas na entrada da área. Neymar sumiu depois do gol e quase não tocou na bola. André ficou isolado na área e na única chance que teve, aos 38 minutos, recebeu sozinho entre os zagueiros e chutou de perna esquerda, que não é a sua, mandando nas arquibancadas. Somente Ganso levou algum perigo, com seus passes precisos e algumas tentativas de lançamentos longos, que sempre foram cortados.


O Vitória, por sua vez, só assistiu à partida. Se limitou a defender e não se encontrou nos espaços que o Santos deu para o contra-ataque, de forma que o primeiro tempo pudesse ser explicado apenas na frase de Neymar, no intervalo.


– Poderíamos ter feito uns três, quatro gols… – disse a Joia.


E o festival de gols perdidos continuaram na etapa final. Logo aos cinco minutos, Neymar recebeu na cara do gol e mandou longe. Dois minutos mais tarde, Robinho chutou colocado, o goleiro espalmou e na sobra André cruzou para Ganso, que sem ninguém em sua frente mandou para fora e, aos 12, novamente Robinho perdeu boa chance.


O Vitória só foi chegar ao ataque aos 11 minutos, quando Bida arriscou um chute do meio de campo, mas a bola foi muito longe.


Porém, o lance mais inacreditável aconteceu aos 28 minutos. Neymar recebeu na área, pedalou para cima de Wallace e caiu. Leonardo Gaciba não titubeou e apontou o pênalti. Na cobrança, o próprio Neymar foi para bola e tentou dar a cavadinha à la Loco Abreu na Copa do Mundo pelo Uruguai, só que o chute do santista saiu muito fraco, e o goleiro Lee apenas levantou os braços para segurar a bola, calando a Vila.


Vaiado pela torcida, Neymar sumiu em campo. Dorival, enlouquecido à beira do gramado, tirou Robinho e Ganso e colocou Zé Eduardo e Marquinhos. Deu resultado. Logo em sua primeira jogada, Zé Eduardo foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Marquinhos cobrou no canto direito, a bola resvalou na trave e entrou, aliviando jogadores, técnico e torcida e dando a vitória por 2 a 0 para o Santos.


A grande decisão ficou para a próxima quarta-feira, quando o Santos visita o Vitória no Barradão, em Salvador, no jogo decisivo da Copa do Brasil.


FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 VITÓRIA


Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 28/7/2010 – 21h50
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Roberto Braatz (RS)
Renda/público:R$1.151.380,00 – 14.060 pagantes
Cartões amarelos: Anderson Martins, Schwenk, Ramon e Vanderson (Vitória) Durval, Pará, Bruno Aguiar e Zé Eduardo (Santos)
Cartões vermelhos:
GOLS: Neymar 14’/ 1°T; Marquinhos 38’/2°T


SANTOS: Rafael; Pará, Bruno Aguiar, Durval e Alex Sandro; Arouca, Wesley e Paulo Henrique Ganso (Marquinhos 35’/2°T); Neymar, Robinho (Zé Eduardo 34’/2°T) e André (Marcel 20’/2°T). Técnico: Dorival Júnior.


VITÓRIA: Lee; Rafael Cruz (Bida 23’/1°T), Wallace, Anderson Martins e Egídio; Vanderson, Neto Coruja, Fernando (Gabriel 30’/2°T), Ramón (Renato 16’/2°T); Elkson e Schwenk Técnico: Ricardo Silva.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here