Cuiabá,

terça-feira, 30

de 

novembro

 de 

2021
.

Sport joga por vitória contra Colo-Colo para se classificar

Em partida contra o Colo-Colo, do Chile, programada para as 21h50, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, o Sport joga para fazer história e se classificar pela primeira vez para a segunda fase da Copa Libertadores da América. Na primeira participação, em 1988, o time pernambucano parou na primeira fase, eliminado por Guarani e Universitário de Lima, do Peru, ainda na primeira fase.


Para avançar à s oitavas-de-final, o Sport só precisa de uma vitória sobre o Colo-Colo. Com sete pontos, mesma pontuação do time chileno e do Palmeiras, que ontem eliminou a atual campeã da competição, a LDU, do Equador, o Rubronegro do Recife chegará a dez pontos com a vitória e garantirá, no mínimo, o segundo lugar do grupo, já que o Colo-Colo recebe o representante paulista na última rodada, em Santiago e apenas um deles pode alcançar os dez pontos.


A equipe comandada por Nelsinho Batista conseguiu se recuperar em grande estilo do susto causado pela derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, no jogo realizado na Ilha do Retiro, pela terceira rodada. Na sequência, o Sport arrancou um empate heróico na partida disputada no Parque Antarctica, quando atuou o segundo tempo inteiro com um homem a menos, e dias depois levantou o tetracampeonato pernambucano.


Não à toa, a equipe chega animada para o duelo com o Colo-Colo, mas sem qualquer euforia. “A gente aqui manteve os pés no chão. Cumprimos apenas a primeira parte, não ganhamos tudo ainda. Estamos próximos do nosso objetivo, mas temos que batalhar muito para conseguir atingi-lo. Continuamos focados nesse jogo da Libertadores, que é decisivo”, comentou o goleiro Magrão.


O técnico Nelsinho ainda não divulgou a escalação da equipe, o que já se transformou em uma rotina nessas semanas de jogos decisivos. O treinador manteve o mistério no ataque e não definiu se Ciro será o substituto de Wilson, expulso contra o Palmeiras. Mas tudo indica que o garoto de 19 anos será o companheiro de Vandinho. Luciano Henrique, Fumagalli e Guto correm por fora.


Já no setor de marcação do meio-de-campo, Nelsinho foi obrigado a deixar uma vaga em aberto. Hamilton, que voltou ao time no jogo de domingo, após cinco jogos fora, e deu outra consistência ao sistema defensivo, sentiu uma lesão no músculo adutor da coxa direita e fará um teste antes do jogo para saber se tem condições. Se ele não puder atuar, Andrade deve ir para o jogo.


O Colo-Colo também chega empolgado para o jogo. O time perdeu o técnico Marcelo Barticciotto, que pediu demissão alegando ser vítima de um boicote por parte dos jogadores, e está sendo comandando interinamente pelo paraguaio Gualberto Jara. A mudança parece ter dado resultado, já que a equipe venceu o clássico do último domingo, diante do Universidad do Chile, por 3 a 1, pelo Torneio Apertura Chileno.


“Estamos muito contentes por ter conseguido a vitória. É um estímulo importante ganhar o clássico e começarmos a inverter esta situação”, comentou o artilheiro argentino Lucas Barrios.


SPORT X COLO COLO
Data: 22/04/2009 (quarta-feira)
Local: Estádio da Ilha do Retiro, no Recife-PE
Horário: 21h50
Transmissão: TV Globo e Sportv
Árbitro: Hector Baldassi (ARG)
Auxiliares: Hernán Maidana e Horácio Herrera (ARG)


Sport
Magrão; Igor, César e Durval; Moacir, Hamilton (Andrade), Daniel Paulista, Paulo Baier e Dutra; Vandinho e Ciro (Luciano Henrique)
Técnico: Nelsinho Batista


Colo Colo
Muñóz; Figueroa, Mena, Jara e Salcedo; Meléndez, Sanhueza, Rodrigo Millar e Macnelly Torres; Barrios e Carranza.
Técnico: Gualberto Jara

Notícias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui