Cuiabá,

terça-feira, 30

de 

novembro

 de 

2021
.

Sport vira sobre o Colo-Colo e é o primeiro classificado do grupo 1

O Sport passou sufoco, mas garantiu pela primeira vez em sua história a classificação à s oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. Nesta quarta-feira, o time pernambucano derrotou, de virada, o Colo-Colo, por 2 a 1, em jogo realizado na Ilha do Retiro. Moacir e Vandinho marcaram os gols da vitória rubronegra.
Com os três pontos conquistados, o Sport chegou aos dez pontos e é o primeiro classificado, garantindo, no mínimo, o segundo posto do grupo 1, o “grupo da morte” da Libertadores-09. Como Palmeiras e Colo-Colo, que têm sete pontos, se enfrentam na última rodada, apenas um dos dois pode alcançar o Rubronegro do Recife.


Pelo menos nos primeiros 20 minutos, foi o Colo-Colo que tomou a iniciativa no jogo. Tocando bem a bola, sem afobação, o time chileno mantinha a posse de bola e chegava com certa facilidade ao campo do Sport. O zagueiro César fazia uma partida irregular e, em um descuido na marcação, Lucas Barrios desceu pela esquerda e quase Cabrera marca.


A equipe da casa, surpreendentemente, tinha muitas dificuldades para buscar o ataque e, por conta da boa marcação do adversário, precisava das jogadas de ligação direta, da defesa para os homens de frente, o que não dava muito resultado.


A partir daí, o Sport conseguiu conectar alguns lances. No primeiro deles, Daniel Paulista e Dutra fizeram bela tabela e a bola chegou a Ciro, que quase marca de calcanhar. Durante alguns minutos, o Rubronegro conseguiu girar a bola no campo de ataque e pressionar as duas linhas de quatro jogadores montadas pelo Colo-Colo.


Não durou muito para que o jogo voltasse a ficar equilibrado. Com o ímpeto do Sport, os chilenos se fecharam ainda mais e passaram a investir nos contra-ataques, com Torres e Barrios. O time da casa, inexplicavelmente, passou a errar muitos passes e a entregar bolas de graça para o Colo-Colo, que por pouco não marca, aos 35, com Sanhueza.


No começo do segundo tempo, o Sport voltou a dar espaço para o Colo-Colo e a se complicar em algumas bolas fáceis. Em uma saída errada de Daniel Paulista, a bola chegou a Barrios, que fez bela assistência a Millar. O meia teve tranqüilidade para tocar na saída de Magrão e fazer 1 a 0 para o time chileno.


O Rubronegro, então, partiu para o ataque, em busca do gol de empate. Na base da pressão e do apoio da torcida, foi criando algumas chances de perigo e chegou até a marcar um gol, anulado por causa de um impedimento de Paulo Baier. Mas foi em uma falha na saída de bola do Colo-Colo, que Dutra roubou bem e avançou ao ataque, que o Sport empatou. Hamilton chegou a acertar a trave e Moacir, no rebote, acertou um belo chute.
No lance do gol, Hamilton sentiu uma lesão no adutor e foi substituído por Luciano Henrique. O Sport ficou mais ofensivo e continuou em cima, enquanto o Colo-Colo continuava perigoso nos contra-ataques. Poucos minutos depois e Nelsinho deixou a equipe ainda mais ofensiva, com a entrada do atacante Guto na vaga do meia Paulo Baier, que parecia displicente.


Não demorou muito até que o Sport achasse o gol de empate. Dutra fez um belo lançamento em diagonal e achou Luciano Henrique entrando livre pela direita. Após o chute mascado do meia, Vandinho entrou como um raio pelo meio da defesa do Colo-Colo e tocou na saída de Muñóz.


Após o gol, o Colo-Colo tentou se lançar ao ataque, mas parecia já não ter pernas para vencer a forte marcação imposta pelo Sport. O time pernambucano ainda teve algumas oportunidades de marcar o terceiro, mas se contentou com o placar que o garantiu nas oitavas-de-final da Libertadores.


SPORT 2 X 1 COLO-COLO

Notícias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui