Cuiabá,

segunda-feira, 26

de 

fevereiro

 de 

2024
.

Técnica do Mixto exalta poder de reação para virar jogo contra o Polivalente-TO

As Tigresas venceram as tocantinenses no jogo de ida das oitavas de final do Brasileiro A3

A técnica do Mixto Kethleen Azevedo não gostou do gol tomado logo no começo do jogo contra o Polivalente, mas exaltou o poder de reação da sua equipe, que virou a partida para 2 a 1 na segunda etapa. O Alvinegro tem a vantagem nesse confronto válido pelas oitavas de final da Série A3 do Campeonato Brasileiro Feminino.

“Foi um jogo difícil, como sabíamos que seria. Em competição de mata-mata não podemos relaxar, não podemos tomar o gol cedo como tomamos. Mesmo assim temos que parabenizar as meninas pela garra e pela dedicação”, disse Kethleen.

Após o gol sofrido logo nos minutos iniciais da partida, o Mixto passou a ter mais posse de bola e criou várias chances para marcar o gol. Os dois gols da vitória, com Rayla e Gaby, saíram depois do intervalo.

“Foi importante essa virada porque mostra o nosso poder de reação. Não nos abatemos com o gol que levamos, tivemos o domínio do jogo, mas tem dia que a bola não entra, que vai na trave ou a goleira defende. Mas estou muito feliz pela virada e pelo segundo tempo do time”.

A vitória deixa o Mixto precisando apenas de um empate para seguir vivo pelo acesso à Série A2 do Brasileiro. Se vencer a volta garante o segundo jogo como mandante nas quartas de final – confronto do acesso.

“Não tem nada ganho, sabemos da dificuldade do jogo da volta. Contamos com o apoio da torcida pra lotar o Dutrinha e nos empurrar. Contamos com mais uma vitória para concretizar a nossa classificação”, disse a técnica.

A partida de volta entre Mixto e Polivalente será no próximo sábado, às 16h, no estádio Dutrinha.

Notícias Relacionadas

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here